Seguidores

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Wagner Borges encontra Espírito em forma animalesca (Zoantropia)

O respeitado espiritualista e médium, Wagner Borges, considerado um dos maiores projeciologos do Brasil, narrou em junho de 2012 em seu programa "Viagem Espiritual" na Rádio Mundial, uma de suas experiências mediúnicas ocorrida num sítio em Ratones (município de Florianópolis) na qual ele se depara com um espírito obsessor que se encontrava num processo de "zoantropia".

Wagner Borges:

Pesquisador, professor, médium espiritualista, conferencista de renome internacional na área da espiritualidade, paranormalidade e metafísica em geral, é escritor e autor de vários livros. É o fundador do Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas - IPPB, em São Paulo. Uma instituição sem fins lucrativos. Além da programação de cursos e palestras, o Instituto desenvolve trabalhos de assistência espiritual extrafísica. 

Zoantropia:

O processo de zoantropia é aquele no qual o espírito, pelo seu padrão inferior de pensamentos, muito voltados à animalidade, à inferioridade moral, vai degradando de maneira psicossomática a forma de seu corpo espiritual até ficar com uma configuração disforme, que lembre um animal, ou até exatamente igual a um animal. Naturalmente que estas deformidades são transitórias e relativas ao tempo em que a entidade espiritual ainda se mantém no padrão mental precário. Pessoas menos esclarecidas que possuem uma mediunidade mais aflorada, ao se depararem com estas entidades, ficam aterrorizadas e acabam acreditando que viram lobisomens, seres folclóricos, duendes, monstros ou até demônios, isto de acordo com suas crenças e religiões.

Assista também:

• Wagner Borges encontra Espírito em estado de putrefação:
http://www.youtube.com/watch?v=Q6DDcN...

• Experiência Extracorpórea de Wagner Borges no Umbral: http://www.youtube.com/watch?v=0NKT6B...

• Análises Científicas sobre Mediunidades: http://www.youtube.com/watch?v=awCl_d...

Criação do vídeo, edição e seleção de imagens feita por mim: 
Fernando Lima Ribeiro





Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI