Seguidores

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Na Terra e na nossa Vida devemos ter como o objetivo desenvolver o sentimento do Amor conosco e para com os nossos semelhantes

 

clip_image001

MENSAGEM EM PORTUGUÊS-ESPAÑOL-ENGLISH

 

5º ENCONTRO NACIONAL DOS AMIGOS DE CHICO XAVIER-Português

Este encontro é o melhor Evento do Brasil nos últimos tempos- Imperdível!

GRUPOS ESPÍRITAS DA DINAMARCA-Português

NÓS E O MUNDO-Português

A INESQUECÍVEL PERGUNTA - Português

PROGRAMA DO VI-CONGRESSO MÉDICO-MG-Português-Anexo
DR. BEZERRA NA ESPIRITUALIDADE-PPS-
Português/Español-Anexo

EL CIEGO DE BETSAIDA-Português/Español

Livro: No Princípio Era o Verbo-Português-Veja!

 

clip_image002

Queridos amigos. Luz e Amor para o Planeta

Novas mensagens de Amor para a sua Vida.

Veja os Textos e Anexos.Divulguemos...

Com votos de Paz para nós e para a Terra, somos,

 

João Cabral-Presidente da ADE-SERGIPE

Website: www.ade-sergipe.com.br

Vídeos. Links. TVs. Rádio Online. Fotos. Pesquisas. Veja, agora.

Em: 25.06.2012
Aracaju-Sergipe-Brasil

 

clip_image003

 

Reenviando esta Mensagem, pois, nesta está a mensagem completa. Leia!

Prezados amigos do Ideal Espírita

clip_image004

 

Esta mensagem tem como objetivo contar um pouco sobre o que nosso grupo espírita tem vivenciado e agradecer à imensa ajuda que o Dr. Sergio Thiesen tem dado, não só ao nosso grupo, mas ao movimento espírita na Dinamarca em geral.

Somos um pequeno grupo espírita, formado em sua maioria por brasileiros, que atua em Copenhagen – Dinamarca. Nosso grupo chama-se GEEAK – Grupo de Estudos Espíritas Allan Kardec e foi fundado em 2002. Estamos, portanto, comemorando 10 anos de existência.

Nesses 10 anos temos constantemente lutado contra forças espirituais externas, que se aproveitavam de nossas dificuldades pessoais para enfraquecer o grupo. Estávamos sempre vivenciando separações e desavenças. O GEEAK cambaleou inúmeras vezes e chegou perto de encerrar suas atividades.

Por sugestão de amigos de outros países, buscamos auxílio do amigo Dr. Sérgio Thiesen, que já havia visitado a Dinamarca e outros países escandinavos, proferindo palestras de alto nível e que se dispôs imediatamente a nos ajudar. Através de contatos frequentes, ele pode nos orientar em tudo o que precisava ser aperfeiçoado nas nossas atividades e na nossa postura e atitudes pessoais, para o bom andamento das atividades no Centro Espírita. Instruiu-nos, ao longo de meses, criando entre nós, as condições de fortalecimento nas bases sólidas da Doutrina Espírita e nos parâmetros do Evangelho de Jesus.

Viajou a Copenhagen agora em maio, realizando palestras e reuniões de esclarecimento, reunindo todos os grupos espíritas da Dinamarca e sugerindo diretrizes seguras em apoio às nossas atividades. Ressaltou conosco sobre o trabalho de Unificação, para um Movimento Espírita sólido e capaz de difundir o Espiritismo para os dinamarqueses, tão carentes do norteamento que a Doutrina enseja. Sua estada conosco por uns poucos dias, tornou-se, para nós, um marco na história do Espiritismo entre nós.

Seguimos trabalhando, agora com mais alegria, otimismo, segurança, consciência, compreensão, devotamento e amor à Causa.

Muita Luz!

 

Grupo de Estudos Espíritas Allan Kardec, Copenhagen – Dinamarca

Casa de Estudos Espírita Allan Kardec – Dinamarca

SESD – SpiritistEducationalSocietyDenmark

Maio/Junho de 2012

clip_image005

 

NÓS  E  O  MUNDO

Emmanuel

“Dai e ser-vos-á dado” JESUS - LUCAS, 6: 38.

 

“Vós, porém, que vos retirais do mundo, para Me evitar as seduções e viver no insulamento,
que utilidade tendes na Terra?
Onde a vossa coragem nas provações, uma vez que fugis à luta e desertais a combate?” Cap.05, 26.

 

 Muitos religiosos afirmam que o mundo é poço de tentações e culpas, procurando o deserto para acobertar a pureza, entretanto, mesmo ai, no silencioso retiro em que se entregam a perigoso ócio da alma, por mais humildes se façam, comem, os frutos e vestem a estamenha que o mundo lhes oferece.

Muitos escritores alegam que o mundo é vasto arsenal de incompreensão e discórdia, viciação e delinqüência, Como quem se vê diante de um serpentário, contudo, é no mundo que recolhem o precioso material em que gravam as próprias idéias e encontram os leitores que lhes compram  os livros.

Muitos pregadores clamam que o mundo é vale de malicia e perversidade, qual se as criaturas humanas vivessem mergulhadas em piscina de lodo, todavia, é no mundo que adquirem.

os conhecimentos com que ornam o próprio verbo e acham os ouvintes que lhes registram respeitosamente a palavra.

Muitas pessoas dizem que o mundo é antro de perdição em que as trevas do mal senhoreiam a vida, no entanto, é no mundo que receberam o regaço materno para tomarem o arado da e experiência é no mundo que se nutrem confortavelmente a fim de demandarem mais altos planos evolutivos.

O mundo, porém, obra-prima da Criação, indiferentes às acusações gratuitas que lhe são desfechadas, prossegue florindo e renovando, guiando o progresso e sustentando as esperanças da Humanidade.

Fugir de trabalhar e sofrer no mundo, a título de resguardar a virtude, é abraçar o egoísmo mascarado de santidade.

O aluno diplomado em curso superior não pode criticar a bisonhice das mentes infantis, reunidas nas linhas primárias da escola.

Os bons são realmente bons se amparam os menos bons.

Os sábios fazem jus à verdadeira sabedoria se buscam dissipar a névoa da ignorância.

O Espírita, na essência, é o cristão chamado a entender e auxiliar.

Doemos, pois, ao mundo ainda que seja o mínimo do máximo que recebemos dele, compreendendo e servindo aos outros, sem atribuir ao mundo os erros e desajustes que estão em nós.

 

Extraído do livro " O Livro da Esperança" - Psicografado por FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER

Luz do Evangelho

Emmanuel – 731 Nós e o Mundo

31 de janeiro de 2012

 

clip_image006

 

 

El ciego de Bethsaida

12. – Habiendo llegado a Bethsaida, le trajeron a un ciego que le rogaba que lo tocase. Y, tomando al ciego por la mano, lo sacó fuera de la población; le colocó saliva sobre los ojos, y habiéndole impuesto las manos, le preguntó si veía algo. – Ese hombre, mirando, dijo: Veo andar hombres que se asemejan a árboles. – Jesús le puso una vez más las manos sobre los ojos, y él comenzó a ver mejor;; y, en fin, fue de tal modo curado, que veía claramente todas las cosas. En seguida lo envió para su casa diciendo: Ve a casa; y si entras en la aldea, no digas a nadie lo que te ocurrió. (San Marcos, Cap. VIII, v. de 22 al 26).

13. – Aquí, el efecto magnético es evidente; la curación no fue instantánea, sino gradual y como consecuencia de una acción firme y reiterada, aunque más rápida que en la magnetización ordinaria. La primera sensación de este hombre fue realmente la que experimentan los ciegos que recobran la luz; por un efecto óptico, los objetos parecen de un tamaño desmesurado.

Allan Kardec

Extraído del libro "La Génesis"
Mari Carmen-España

clip_image007

 

Cuidar do Corpo e do Espírito

11. Consistirá na maceração do corpo a perfeição moral? Para resolver essa questão, apoiar-me-ei em princípios elementares e começarei por demonstrar a necessidade de cuidar-se do corpo que, segundo as alternativas de saúde e de enfermidade, influi de maneira muito importante sobre a alma, que cumpre se considere cativa da carne. Para que essa prisioneira viva, se expanda e chegue mesmo a conceber as ilusões da liberdade, tem o corpo de estar são, disposto, forte. Façamos uma comparação: Eis se acham ambos em perfeito estado; que devem fazer para manter o equilíbrio entre as suas aptidões e as suas necessidades tão diferentes? Inevitável parece a luta entre os dois e difícil achar-se o segredo de como chegarem a equilíbrio.
 
Dois sistemas se defrontam: o dos ascetas, que tem por base o aniquilamento do corpo, e o dos materialistas, que se baseia no rebaixamento da alma. Duas violências quase tão insensatas uma quanto a outra. Ao lado desses dois grandes partidos, formiga a numerosa tribo dos indiferentes que, sem convicção e sem paixão, são mornos no amar e econômicos no gozar. Onde, então, a sabedoria? Onde, então, a ciência de viver? Em parte alguma; e o grande problema ficaria sem solução, se o Espiritismo não viesse em auxílio dos pesquisadores, demonstrando-lhes as relações que existem entre o corpo e a alma e dizendo-lhes que, por se acharem em dependência mútua, importa cuidar de ambos. Amai, pois, a vossa alma, porém, cuidai igualmente do vosso corpo, instrumento daquela. Desatender as necessidades que a própria Natureza indica, é desatender a lei de Deus. Não castigueis o corpo pelas faltas que o vosso livre-arbítrio o induziu a cometer e pelas quais é ele tão responsável quanto o cavalo mal dirigido, pelos acidentes que causa. Sereis, porventura, mais perfeitos se, martirizando o corpo, não vos tornardes menos egoístas, nem menos orgulhosos e mais caritativos para com o vosso próximo? Não, a perfeição não está nisso: está toda nas reformas por que fizerdes passar o vosso Espírito. Dobrai-o, submetei-o, humilhai-o, mortificai-o: esse o meio de o tornardes dócil à vontade de Deus e o único de alcançardes a perfeição. Jorge, Espírito Protetor. (Paris, 1863.).
 
(O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo XVII)
 

clip_image008 clip_image009

A INESQUECÍVEL PERGUNTA

 

O “Parnaso de Além Túmulo”, com o carinhoso entusiasmo de Manoel Quintão, foi lançado em julho de 1932.E no mesmo mês, o padre Julio Maria, de Manhumirim, em Minas, no seu jornal “O lutador”, escreveu áspera critica, condenando o livro do médium.
Dentre outras coisas dizia que o Chico devia possuir uma pele de rinoceronte para caber tantos espíritos.
Os comentários irônicos e as acusações gratuitas eram tantos que o médium, inexperiente e muito jovem ainda, se sentiu demasiadamente chocado e foi constrangido buscar o leito.
“Então, a luta era aquela”? – pensava, com dor de cabeça.
Valia a pena ser médium e ficar exposto, assim, ao juízo temerário?
Seria justo aguentar aqueles xingatórios quando estava possuído das melhores intenções?
Por mais de duas horas se via em semelhante contenda intima, quando viu Emmanuel ao seu lado.
Contou ao mentor o que se passava e supôs que o espírito amigo o acariciaria sem restrições.
Emmanuel, porem, de pé, com severa fisionomia, falou-lhe firme:
- Mas eu não vejo razão para solenizar este assunto...
- Entretanto, o senhor está vendo... O padre disse que eu tenho uma pele de rinoceronte... – clamou o médium.
- Se não tem, precisa ter, - disse-lhe o protetor – porque se você quiser cultivar uma pele muito frágil, cairá sempre com qualquer alfinetada e não nos seria possível a viagem da mediunidade nos caminhos do mundo...
- Contudo, temos o nosso brio, a nossa dignidade – acrescentou o Chico – e é difícil viver com o desrespeito publico.
Foi então que Emmanuel o fitou com mais firmeza e exclamou:
- Escute. Se Jesus que era Jesus saiu da Terra pelos braços da cruz, você é que está esperando uma carruagem para viver entre os homens?
Quando ouviu a pergunta, o Chico levantou-se de um pulo e começou a reajustar-se.

 Do Livro: Lindos casos de Chico Xavier

Autor: Ramiro Gama

Questão 716: A NATUREZA NÃO TRAÇOU O LIMITE DO NECESSÁRIO EM NOSSA PRÓPRIA ORGANIZAÇÃO? Resposta: Sim, mas o homem é insaciável. (...).-Livro dos Espíritos, 65ª edição-tradução de J. Herculano Pires.

clip_image010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI