Seguidores

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

A crise da morte

  São estes os detalhes fundamentais, a cujo respeito se acham de acordo os Espíritos autores das mensagens, salvo sempre inevitáveis exceções, que confirmam a regra e que, por vezes, intervêm, modificando, restringindo, eliminando algumas das experiêncías habituais, inerentes à crise da morte, ou, então, determinando a realização de outras experiências, desabituaís no período de início da existência espiritual:

  • 1º) Todos os Espíritos afirmam se terem encontrado novamente com a forma humana, nessa existência, após a morte;
  • 2º) Terem ignorado, durante algum tempo, que estavam mortos;
  • 3º) Haverem passado, no curso da crise pré-agônica, ou pouco depois, pela prova da reminiscência sintética de todos os acontecimentos de existência que se lhes acabava (“visão panorâmica”, ou “epílogo da morte”); (Ver: Revisão das experiências)
  • 4º) Terem sido acolhidos no mundo espiritual pelos Espíritos das pessoas de suas famílias e de seus amigos mortos;
  • 5º) Haverem passado, quase todos, por uma fase mais ou menos longa de “sono reparador”;
  • 6º) Terem-se achado num meio espiritual radioso e maravilhoso (no caso de mortos moralmente normais), e num meio_tenebroso e opressivo (no caso de mortos moralmente depravados);
  • 7º) Terem reconhecido que o meio espiritual era um novo mundo objetivo, substancial, real, análogo ao meio terrestre espiritualizado; 8º) Haverem aprendido que isso era devido ao fato de que, no mundo espiritual, o pensamento constitui uma força criadora, por meio da qual todo Espíríto existente no “plano astral” pode reproduzir em torno de si o meio de suas recordações;
  • 9º) Não terem tardado a saber que a transmissão do pensamento é a forma da linguagem espiritual, se bem certos Espíritos recém-chegados se iludam e julguem conversar por meio da palavra;
  • 10º) Terem verificado que, graças à faculdade da visão espiritual, se achavam em estado de perceber os objetos de um lado e outro, pelo seu interior e através deles;
  • 11º) Haverem comprovado que os Espíritos se podem transferir temporariamente de um lugar para outro, ainda que muito distante, por efeito apenas de um ato da vontade, o que não impede também possam passear no meio espiritual, ou voejar a alguma distância do solo;
  • 12º) Terem aprendido que os Espíritos dos mortos gravitam fatalmente e automaticamente para a esfera espiritual que lhes convém, por virtude da “lei de afinidade”. 

Atividade Religiosa

  Estabelecido, porém, o princípio de justiça e aflorando a mentação incessante, o homem começou a examinar em si mesmo o efeito das próprias ações, de modo a crescer, conscientemente, para a sua destinação de filho de Deus, herdeiro e colaborador da Sua Obra Divina.

        Espicaça-se-lhe, então, a curiosidade construtiva.

        Faminto de elucidações adequadas quanto ao próprio caminho, ergue as antenas mentais para as estrelas, recolhendo os valores do espírito que lhe consubstanciam o patrimônio de revelações do Céu, através dos tempos.

        Era necessário satisfazer ao acrisolamento do seu veículo sutil, na essência íntima, assegurar-lhe o transformismo anímico, revesti-lo de luminosidade e beleza e apurar-lhe os princípios para que, além do angusto círculo humano, pudesse retratar a glória dos planos superiores.

        Para isso, o pensamento reclamava orientação educativa, de modo a despojar-se da espessa sedimentação de animalidade que lhe presidia os impulsos.

        Exigia-se-lhe a depuração da atmosfera vital, imprescindível à assimilação da influência divina.

        E a atividade religiosa nasceu por instituto mundial de higiene da alma, traçando ao homem diretrizes à nutrição psíquica, de vez que, pela própria respiração, exterioriza os produtos que elabora na usina mental, em forma de eflúvios eletromagnéticos, nos quais se lhe corporificam, em movimento, os reflexos dominantes, influenciando o ambiente e sendo por ele influenciado.

        A ciência médica, rica de experimentação e de lógica, surgiria para corresponder às necessidades do corpo físico, mas a tarefa religiosa viria ao encontro das civilizações, plena de inspiração e disciplina, patrocinando a orientação do corpo espiritual, em seu necessário refinamento.

 Pedro Leopoldo - 13/4/1958


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Jesus-Kardec-Emmanuel-Chico Xavier-Bezerra-Divaldo Franco e outros constroem a Regeneração na Terra.

 
Novo Fundo de E-mail Chico Xavier 31

MENSAGEM EM PORTUGUÊS-ESPAÑOL-ENGLISH-ITALIANO
 
EMMANUEL 5º EVANGELISTA-DVD-Português
JUSTIÇA DAS AFLIÇÕES-Português
NOVO PLANETA DESCOBERTO IGUAL A TERRA-Português
CLASSIFICAÇÃO ESPÍRITA DOS MUNDOS-Português
ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO-Nova Montagem-Linda!Português
WEBSITE:WWW.VISAOESPIRITA.TV-Excelente-Português
RADIO COLOMBIA ESPÍRITA-Website-Español
LA VIDA ES UN ESPEJO-Español
NUESTRA ORACIÓN-Español
 
Amigos(as). Deus conosco.
Novas Mensagens para ser FELIZ...
Uma semana de Paz e Amor, somos,
 
João Cabral-Presidente da ADE-SERGIPE
Novos Vídeos. Novas mensagens na Rádio Online. Veja, agora.
Em: 10.12.2011
Aracaju-Sergipe-Brasil
Assessoria Internacional da ABRADE-Brasil
 
Emmanuel, o 5º Evangelista
 
 LA VIDA ES UN ESPEJO

Le Preguntaron a Mahatma Gandhi cuáles son los factores que destruyen al ser humano. Él respondió
así: La Política sin principios, el Placer sin compromiso, la Riqueza sin trabajo, la Sabiduría sin carácter, los Negocios sin moral, la Ciencia sin humanidad y la Oración sin caridad. La vida me ha enseñado que la gente es amable, si yo soy amable; que las personas están tristes, si estoy triste; que todos me quieren, si yo los quiero; que todos son malos, si yo los odio; que hay caras sonrientes, si les sonrío; que hay caras amargas, si estoy amargado; que el mundo está feliz, si yo soy feliz; que la gente es rabiosa, si yo soy rabioso; que las personas son agradecidas, si yo soy agradecido. La vida es como un espejo: Si sonrío, el espejo me devuelve la sonrisa. La actitud que tome frente a la vida, es la misma que la vida tomará ante mí. "El que quiera ser amado, que ame".
 
Mensaje traducido por Isabel Porras-España
 
 
RADIO COLOMBIA ESPIRITA
Vea en el Website-arriba, ahora.
 
 
Ley de Retorno

MARI  CARMEN
Foto de Mari Carmen-España

"Y los que hicieron el bien saldrán para la resurrección de la vida; y los que hicieron el mal, para la resurrección de la condenación." — Jesús. (Juan, 5:29.)

En raros pasajes del Evangelio, la ley de la reencarnación permanece tan clara como aquí, en que la enseñanza del Maestro se reporta a la resurrección de la condenación.

¿Cómo entenderían estas palabras los teólogos interesados en la existencia de un infierno ardiente y eterno?

Las criaturas dedicadas al bien encontrarán la fuente de la vida bañándose en las aguas de la muerte corporal. Sus realizaciones del porvenir siguen en la ascensión justa, en correspondencia directa con el esfuerzo perseverante que desenvolvieron en el rumbo de la espiritualidad santificadora, sin embargo, los que se complacen en el mal

cancelan sus propias posibilidades de resurrección en la luz.

Les corresponde la repetición del curso expiatorio.

Es la vuelta a la lección o al remedio. No les surge diferente alternativa.

La ley del retorno, pues, está contenida ampliamente en esa síntesis de Jesús.

Resurrección es resurgimiento. Y el sentido de renovación no se compadece con la teoría de las penas eternas.

En las sentencias sumarias y definitivas no hay recurso salvador. Pero a través de la referencia del Maestro, observamos que la Providencia Divina es mucho más rica y magnánima de lo que parece.

FRANCISCO CÁNDIDO XAVIER- DICTADO POR EL ESPÍRITU EMMANUEL

FILME NOSSO LAR 5

Oración en Nuestro Hogar-André Luiz-Mari Carmen-España

 

Nuestra Oración

 

Señor, enséñanos:

a orar sin olvidar el trabajo;

a dar sin mirar a quien;

a servir sin preguntar hasta cuando;

a sufrir sin culpar a nadie;

a progresar sin perder la sencillez;

a sembrar el bien sin pensar en los resultados;

a disculpar sin condiciones;

a marchar hacia adelante sin contar los obstáculos;

a observar sin malicia;

a escuchar sin desvirtuar los asuntos;

a hablar sin herir;

a comprender al prójimo sin exigir comprensión;

a respetar a los semejantes, sin reclamar consideración;

a dar lo mejor de nosotros, más allá de la ejecución de

nuestro propio deber, sin cobrar tasas de reconocimiento.

Señor:

fortalécenos la paciencia

ante las dificultades de los demás,

así como precisamos de la paciencia de los demás

ante nuestras dificultades.

Ayúdanos para que no hagamos a nadie aquello que no

deseamos para nosotros.

Sobre todo, auxílianos para reconocer que nuestra

felicidad mayor será, invariablemente, la de

cumplir con tus designios dónde y cómo quieras,

hoy, ahora y siempre.

 

Francisco Cândido Xavier – Emmanuel

(Mensaje tanscripto del libro “Pasos de la Vida” IDE Editora, 1985)

 
A CURA REAL
Justiça das aflições

 Somente na vida futura podem efetivar-se as compensações que Jesus promete aos aflitos da Terra. Sem a certeza do futuro, estas máximas seriam um contra-senso; mais ainda: seriam um engodo. Mesmo com essa certeza, dificilmente se compreende a conveniência de sofrer para ser feliz. E, dizem, para se ter maior mérito. Mas, então, pergunta-se: por que sofrem uns mais do que outros? Por que nascem uns na miséria e outros na opulência, sem coisa alguma haverem feito que justifique essas posições? Por que uns nada conseguem, ao passo que a outros tudo parece sorrir? Todavia, o que ainda menos se compreende é que os bens e os males sejam tão desigualmente repartidos entre o vício e a virtude; e que os homens virtuosos sofram, ao lado dos maus que prosperam. A fé no futuro pode consolar e infundir paciência, mas não explica essas anomalias, que parecem desmentir a justiça de Deus. Entretanto, desde que admita a existência de Deus, ninguém o pode conceber sem o infinito das perfeições. Ele necessariamente tem todo o poder, toda a justiça, toda a bondade, sem o que não seria Deus. Se é soberanamente bom e justo, não pode agir caprichosamente, nem com parcialidade. Logo, as vicissitudes da vida derivam de uma causa e, pois que Deus é justo, justa há de ser essa causa. Isso o de que cada um deve bem compenetrar-se. Por meio dos ensinos de Jesus, Deus pôs os homens na direção dessa causa, e hoje, julgando-os suficientemente maduros para compreendê-la, lhes revela completamente a aludida causa, por meio do Espiritismo, isto é, pela palavra dos Espíritos. 
 
 
(O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo V)
 
CLASSIFICAÇÃO DOS MUNDOS
 
Pluralidade dos Mundos
 
55 Todos os globos que circulam no espaço são habitados? 
– Sim, e o homem da Terra está longe de ser, como pensa, o primeiro em inteligência, bondade e perfeição. Entretanto, há homens que se julgam superiores a tudo e imaginam que somente este pequeno globo tem o privilégio de ter seres racionais. Orgulho e vaidade! Acreditam que Deus criou o universo só para eles.
  

  Deus povoou os mundos com seres vivos, todos convergindo para o objetivo final da Providência. Acreditar que só existem seres vivos no planeta que habitamos seria colocar em dúvida a sabedoria de Deus, que não faz nada inútil. A cada um desses mundos Deus deve ter dado uma destinação mais séria do que divertir as nossas vistas. Nada, aliás, nem pela posição, nem pelo volume, nem pela constituição física da Terra, pode razoavelmente fazer supor que seja a única a ter o privilégio de ser habitada, com exclusão de tantos milhares de mundos semelhantes. 
 
56 A constituição física dos diferentes globos é a mesma? 
– Não. Não se assemelham em nada.
 
57 Como a constituição física dos mundos não é a mesma, podemos concluir que os seres que os habitam têm corpos e uma organização diferente? 
– Sem dúvida, como entre vós os peixes são feitos para viver na água e os pássaros, no ar.
 
(Obra: O livro dos Espíritos - Perguntas 55 a 57)
Marcos/Marcos
novo plANETA DESCOBERTO PELA NASA
Planeta Kepler-Hipótese científica de Vida. Igual a Terra!
 
Nasa diz que é o menor planeta descoberto em uma região habitável de um sistema solar
Foto: Nasa/Ames/JPL-Caltech/Divulgación

O telescópio Kepler, da Nasa - a agência espacial americana -, descobriu um planeta em uma região habitável de um sistema solar, ou seja, onde possa haver água em estado líquido. A descoberta foi anunciada nesta segunda-feira pela agência, que afirmou que o equipamento foi usado para descobrir mais 1.094 candidatos a novos planetas.

Saiba o que é trânsito, planeta, planeta-anão e mais sobre astronomia

O planeta Kepler-22b é o menor já encontrado em uma região habitável de uma estrela similar ao Sol, mas ainda assim tem cerca de 2,4 vezes o raio da Terra. Os cientistas não sabem afirmar se ele é predominantemente rochoso, gasoso ou líquido, mas afirmam que a descoberta nos deixa um passo mais próximos de encontrar planetas parecidos com o nosso.

Segundo a Nasa, pesquisas anteriores já indicaram a presença de planetas parecidos com o nosso em zonas habitáveis, mas os indícios nunca foram confirmados. Outros corpos do tamanho da Terra já foram descobertos, mas em regiões não propícias ao surgimento da vida como a conhecemos.

"Este é um grande marco na estrada para encontrar um 'gêmeo' da Terra", diz Douglas Hudgins, cientista do programa Kepler, na sede da Nasa, em Washington. O telescópio analisa o brilho de mais de 150 mil estrelas. Quando os planetas passam em frente às estrelas, o brilho muda e o Kepler detecta - contudo são necessários pelo menos três trânsitos para se descobrir um novo astro. Os dados então são revistos por telescópios no solo e pelo Spitzer.

O novo planeta
Kepler-22b está a 600 anos-luz de distância. Apesar de ser maior que o nosso planeta, ele leva 290 dias (da Terra) para completar uma volta ao redor de sua estrela - que, por sua vez, pertence à classe G, a mesma do Sol, mas é um pouco menor e mais fria.

Luz do Evangelho Jesus é nosso guia
Clique. Acho que você irá gostar
Oração de São Francisco de Assis-Com uma nova montagem-Linda!

 
 
 
PREZADOS AMIGOS,
MUITA PAZ EM TODOS OS CORAÇÕES !
 
AOS  QUE  NOS DÃO A SATISFAÇÃO DE SUA AUDIÊNCIA AO VISÃO ESPÍRITA- A REVISTA ELETRÔNICA DEESPIRITISMO NA TV, INFORMAMOS PARA DOMINGO PRÓXIMO:
 
1. ENTREVISTA COM PLINIO OLIVEIRA POR OCASIÃO DE SEU CONCERTO FILOSÓFICO EM S.JOSÉ DOS CAMPOS, NO MÊS DE NOVEMBRO/11.
 
2. VEM AÍ A "DuBEM" - O QUE SERÁ ?  VEJAM NA ENTREVISTA COM ALAMAR RÉGIS.
 
3. MAURÍCIO TOMÉ NOS LEMBRA DE COMO TRANSFORMAR O NATAL NUM PROCESSO EDUCATIVO.
 
4. MARIO VINHAS DEIXA OUTRA VEZ PARA TODOS SUA RICA MENSAGEM DE CONTEUDO E EMOÇÃO.
 
5. MENSAGENS DE PASSAGEM DE ANO DE VÁRIOS COMPANHEIROS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.
 
6. CORRENTE DE ENERGIZAÇÃO DA ÁGUA ONDE TODOS QUE PARTICIPAM SÃO BENEFICIADOS.
 
REDE TV NET -
PARA S.JOSÉ DOS CAMPOS - CANAL 3 - DOMINGO 10H30 E 5a.FEIRA 22H00(REPRISE)
PARA S.JOSÉ E JACAREÍ - CANAL 10 - DOMINGO 22H00
PARA TAUBATÉ E CAÇAPAVA - CANAL 21 - DOMINGO 22H00
 
PROGRAMAS ATRASADOS: WWW.VISAOESPIRITA.TV
 
ABRAÇÃO FRATERNO
EQUIPE DO VISÃO ESPÍRITA

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Personalidades históricas do Cristianismo nos Romances do Espirito Emmanuel/Chico Xavier

 

clip_image001

 

MENSAGEM EM PORTUGUÊS-ESPAÑOL-ENGLISH

 

www.boletimsei.org.br/?wpfb_dl=354 -Português

CURA REAL-Português/Español

EM FAMÍLIA-Português

ROGATIVA DE NATAL-Português

www.monica.com.br/institut/drogas/-Português/English

 

Queridos amigos(as). Deus conosco.

 

Novas mensagens como roteiros de Felicidade.

 

Com Votos de Paz, para nós e para a Terra, somos,

 

João Cabral-Presidente da ADE-SERGIPE

Website: www.ade-sergipe.com.br

Novos Vídeos. Novas Mensagens na Rádio On-line...

Em: 07.12.2011

Aracaju-Sergipe-Brasil

Assessoria Internacional da ABRADE-Brasil

clip_image003

O Nascimento de Jesus é o acontecimento mais importante da Terra!

ROGATIVA  DE  NATAL

Emmanuel

             Senhor Jesus!

            Quando chegaste à Terra, através dos panos da manjedoura, aguardava-te a Escritura como sendo a luz para os que jazem assentados nas trevas!...

            E, em verdade, Senhor, as sombras dominavam o mundo inteiro...

            Sombras no trabalho, em forma de escravidão...

            Sombras na justiça, em forma de crueldade...

            Sombras no templo, em forma de fanatismo...

            Sombras na governança, em forma de tirania...

Sombras na mente do povo, em forma de ignorância e de miséria...

            Pouco a pouco, no entanto, ao clarão de tua infinita bondade, quebraram-se as algemas da escravidão, transformou-se a crueldade em apreciáveis direitos humanos, transmudou-se o fanatismo em fé raciocinada, converteu-se a tirania em administração e, gradualmente, a ignorância e a miséria vão recebendo o socorro da escola e da solidariedade.

            Entretanto, Senhor, ainda sobram trevas no amor, em forma de egoísmo!

            Egoísmo no lar...

            Egoísmo no afeto...

            Egoísmo na caridade...

Egoísmo na prestação de serviço...

Egoísmo na devoção...

Mestre, dissipa o nevoeiro que nos obscurece ainda os horizontes e ensina-nos a amar como nos amaste, sem buscar vaidosamente naqueles que amamos os reflexos de nós mesmos, porque, somente em nos sentindo verdadeiros irmãos uns dos outros, é que atingiremos, com a pura fraternidade, a nossa ressurreição para sempre.

Psicografia Chico Xavier Livro:Antologia Mediúnica do Natal

 

Luz do Evangelho pede a colaboração de todos na ampla difusão destas mensagens natalinas. Muito obrigado.

Obrigado, também, amigo pelas lindas mensagens que Você em 2011 enviou para a ADE-SERGIPE-Cabral

 

clip_image005

 

ESPÍRITOS LIGADOS AO CRISTIANISMO PRIMITIVO QUE REENCARNARAM ATRAVÉS DOS SÉCULOS...

Vejam estas pessoas no Anexo-Quadro das Reencarnações que estão nos Romances do Espírito-Emmanuel/Chico Xavier

Pesquisas do Escritor Geraldo Lemos Neto de Belo Horizonte-Brasil

Nota : Foto tirada na Fazenda Modelo de Pedro Leopoldo no início da década de 30.

O Professor Arthur Joviano ( última reencarnação de Neio Lúcio ) é o segundo em pé da esquerda para a direita,

ladeando o General Aurélio de Amorin e seu filho Dr. Rômulo Joviano.

O Senador Romano Pompílio Crasso citado no Romance Há dois mil anos é o Dr. Rômulo Joviano-Reencarnado.

Livro:  Sementeira de PaZ-
Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Neio Lúcio, organização de Wanda Amorim Joviano

            Vinha de Luz Editora - www.vinhadeluz.com.br

 

 OFEREÇA  AOS FAMILIARES E AMIGOS(AS) ESTE LIVRO NO MÊS DE DEZEMBRO!

clip_image007

 

O BOM SAMARITANO-O Abraço do Amor.

clip_image009

 

O ABRAÇO

 

Estudos têm revelado que a necessidade de ser tocado é inata no homem. O contato nos deixa mais confortáveis e em paz.

O Dr. Harold Voth, psiquiatra da Universidade de Kansas, disse: O abraço é o melhor tratamento para a depressão.

Objetivamente, ele faz com que o sistema imunológico do organismo seja ativado.

Abraçar traz nova vida para um corpo cansado e faz com que você se sinta mais jovem e mais vibrante.

No lar, um abraço todos os dias reforçará os relacionamentos e reduzirá significativamente os atritos.

Helen Colton reforça este pensamento: Quando a pessoa é tocada, a quantidade de hemoglobina no sangue aumenta significativamente. Hemoglobina é a parte do sangue que leva o suprimento vital de oxigênio para todos os órgãos do corpo, incluindo coração e cérebro.

O aumento da hemoglobina ativa todo o corpo, auxilia a prevenir doenças e acelera a recuperação do organismo, no caso de alguma enfermidade.

É interessante notar que reservamos nossos abraços para ocasiões de grande alegria, tragédias ou catástrofes.

Refugiamo-nos na segurança dos abraços alheios depois de terremotos, enchentes e acidentes.

Homens, que jamais fariam isso em outras ocasiões, se abraçam e se acariciam com entusiasmado afeto, depois de vencerem um jogo ou de realizarem um importante feito atlético.

Membros de uma família, reunidos em um enterro, encontram consolo e ternura uns nos braços dos outros, embora não tenham o hábito dessas demonstrações de afeição.

O abraço é um ato de encontro de si mesmo e do outro. Para abraçar é necessário uma atitude aberta e um sincero desejo de receber o outro.

Por isso, é fácil abraçar uma pessoa estimada e querida. Mas se torna difícil abraçar um estranho.

Sentimos dificuldade em abraçar um mendigo ou um desconhecido. E cada pessoa acaba por descobrir, em sua capacidade de abraçar, seu nível de humanização, seu grau de evolução afetiva.

É natural no ser humano o desejo de demonstrar afeição. Contudo, por alguma razão misteriosa, ligamos ternura com sentimentalidade, fraqueza e vulnerabilidade. Geralmente hesitamos tanto em abraçar quanto em deixar que nos abracem.

O abraço é uma afirmação muito humana de ser querido e de ter valor.

É bom. Não custa nada e exige pouco esforço. É saudável para quem dá e quem recebe.

*   *   *

Você tem abraçado ultimamente sua mulher, seu marido, seu pai, sua mãe, seu filho?

Você costuma abraçar os seus afetos somente em datas especiais?

Quando você encontra um amigo, costuma cumprimentá-lo simplesmente com um aperto de mão e um beijo formal?

A emoção do abraço tem uma qualidade especial. Experimente abraçar mais.

Vivemos em uma sociedade onde a grande queixa é de carência afetiva.

Que tal experimentar a terapia do abraço?

 

Redação do Momento Espírita, a partir de adaptação do texto A importância do abraço, do Prof. Jorge Luiz
Brand e Rolando Toro Araneda, Biodança, coletânea de textos.
Disponível no livro Momento Espírita, v. 2, ed. Fep.
Em 05.12.2011.

clip_image011

Nicodemos-Jesus-E a Reencarnação!

EM FAMÍLIA

    

  Ninguém foge a lei da reencarnação. Ontem, atraiçoamos a confiança de um companheiro, induzindo-o à derrocada moral. Hoje, guardamo-lo na condição do parente difícil, que nos pede sacrifício incessante.
    Ontem, abandonamos a jovem que nos amava, inclinando-a ao mergulho na lagoa do vício. Hoje, temo-la de volta por filha incompreensiva, necessitada do nosso amor.
   Ontem, colocamos o orgulho e a vaidade no peito de um irmão que nos seguia os exemplos menos felizes. Hoje, partilhamos com ele à afeição do esposo despótico ou do filho problema, o cálice amargo da redenção.
   Ontem, esquecemos compromissos veneráveis, arrastando alguém ao suicídio. Hoje, reencontramos esse mesmo alguém na pessoa de um filhinho, portador de moléstia irreversível, tutelando-lhe, á custa de lágrimas, o trabalho de reajuste.
   Ontem, abandonamos a companheira inexperiente, à míngua de todo o auxílio, situando-a nas garras da delinqüência. Hoje, achamo-la ao nosso lado, na presença da esposa conturbada e doente, a exigir-nos a permanência no curso infatigável da tolerância.
  Ontem, dilaceramos a alma sensível de pais afetuosos e devotados, sangrando-lhes o espírito, a punhaladas de ingratidão. Hoje, moramos no espinheiro em forma de lar, carregando fardos de angústia, a fim de aprender a plantar carinho e fidelidade.
  A frente de toda a dificuldade de toda a prova, abençoa sempre e faze o melhor que possas.
  Ajuda aos que te partilham a experiência, ora pelos que te perseguem, sorri para os que te ferem e desculpa todos aqueles que te injuriam. A humildade é chave de nossa libertação.
E, sejam quais sejam os teus obstáculos na família, é preciso reconhecer que toda a construção moral do Reino de Deus, perante o mundo, começa nos alicerces invisíveis da luta em casa.
Laços de família. “Os que encarnam numa família, sobretudo como parentes próximos, são as mais das vezes Espíritos simpáticos, ligados por anteriores relações, que se expressam por uma afeição recíproca na vida terrena. Mas, também, pode acontecer sejam completamente estranhos uns aos outros esses Espíritos afastados entre si por antipatias igualmente anteriores, que se traduzem na Terra por um mútuo antagonismo que ai lhes servem de provação.
   Construamos sobre o nosso Lar  os alicerces do amor e compreensão que é a chegada de Jesus no Natal diário das nossas vidas...
   Para isto realize uma vez por semana o Evangelho no seu Lar para que as suas bençãos ofereça a  paz e a harmonia à família e ela possa reviver os ensinos do Amor orientado por Jesus desde aquele dia em o Mestre realizou na casa de Simão Pedro em Cafarnaum. Fonte: Chico Xavier/Emmanuel.

João Cabral - Presidente da ADE-SERGIPE-Jornalista. Radialista. Website: www.ade-sergipe.com.br – Publicado no Jornal Cinform de Aracaju em: 05.12.2011-Com uma edição de 25.000 exemplares.

clip_image012

Cura real

No trate sólo los síntomas, intentando eliminarlos sin que la causa de la enfermedad sea también extinguida.

La cura real solamente ocurre del interior para el exterior.....

Sí, diga a su médico que  usted tiene dolor en el pecho,

Pero diga también que su dolor es dolor de tristeza, es dolor de angustia.

Cuente a su médico que usted tiene acidez, pero descubra el motivo por el cual usted, con su genio, aumenta la producción de ácidos en el estómago.

Relate que usted tiene diabetes, sin embargo, no se olvide de decir también que no está encontrando más dulzura en su vida y que es muy difícil soportar el peso de sus frustraciones.

Mencione que usted sufre de jaquecas, sin embargo confiese que padece con su perfeccionismo, con la autocrítica, que es muy sensible a la crítica ajena y demasiado ansioso.

Muchos quieren curarse, pero pocos están dispuestos a neutralizar en sí el ácido de la calumnia, el veneno de la envidia, el bacilo del pesimismo y el cáncer del egoísmo.

No quieren cambiar de vida.

Buscan la cura de un cáncer, pero se niegan a desechar una simple amargura.

Pretenden la desobstrucción de las arterias coronarias, pero quieren continuar con el pecho cerrado por el rencor y por la agresividad.

Anhelan la cura de problemas oculares, sin embargo no retiran de los ojos la venda de la critica y de la maledicencia.

Piden la solución para la depresión, sin embargo, no ceden al orgullo herido y del fuerte sentimiento de decepción en relación a pérdidas experimentadas.

Suplican auxilio para los problemas de tiroides, pero no cuidan de sus frustraciones y resentimientos, no levantan la voz para expresar sus legítimas necesidades.

Imploran la cura de un nódulo de mama, sin embargo, insisten en mantener bloqueada la ternura y la afectividad por cuenta de las heridas emocionales del pasado.  Claman por la intercesión divina, sin embargo permanecen sordos a los gritos de socorro que parten de personas muy próximas de sí mismos.

Dios nos habla a través de mil modos; la enfermedad es uno de ellos y por descontado, el principal recado que le llega de la sabiduría divina es que está faltando más amor y armonía en su vida.

Toda cura es siempre una auto cura y el Evangelio de Jesús es la farmacia donde encontraremos los medicamentos que nos curan por dentro.

Hace dos mil años que esos medicamentos están a nuestra disposición.

¿Cuándo nos decidiremos?

Libro: El Médico Jesús

José Carlos De Lucca

Mensaje traducido por ISABEL GONZALEZ-España

Mensaje reenviada por Mari Carmen-España. Muchas Gracias...