Seguidores

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Governo Russo: Aborto legal também não é seguro

setembro 8, 2011 por Wagner Moura


Tradução livríssima: “Mamãe, mamãe, agora estamos mesmo a salvo dos abortistas nazistas?”

Primeiro país a legalizar o aborto, agora a Rússia tem uma lei, promulgada pelo presidente Dmitri Medvedev, que aumenta as restrições para os anúncios publicitários dos médicos, clínicas e hospitais que praticam a “interrupção da gravidez”. O novo diploma legal contém emendas à Lei da Publicidade e obriga os produtores dos anúncios a reservar pelo menos 10% do texto publicitário ao registro da advertência de que a interrupção da gravidez pode provocar consequências danosas à saúde da mulher.

A nova lei proíbe a afirmação de que o procedimento é seguro. Vamos repetir: a Rússia, o primeiro país abortistinha do mundo, acaba de dizer, por força de lei, que está proibido espalhar a mentira de que o aborto é um procedimento seguro.

Ora, ora… As coisas estão caminhando mais rápidas do que eu poderia supor. Taí… Até a Rússia! Até a RÚSSIA sabe que os procedimentos de aborto NÃO SÃO seguros. *SEMPRE* há riscos de morte para a mulher em um aborto, seja ele clandestino ou legal. Meu Deus, até a Rússia dizendo, por lei, que não se pode falar em aborto seguro!!! O que mais falta acontecer pra esse povo entender?!

Leia mais aqui: Rússia combate o aborto

E aqui: Medvedev assina lei sobre anúncios de clínicas de abortos

Sobre o aborto na Rússia, segue um triste documentário. Anos sombrios estão acabando… Quem está mesmo com o espírito da época em seu favor? =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI