Seguidores

sábado, 6 de agosto de 2011

Reino Unido: petições online pedem a volta da pena da morte

No Reino Unido, as primeiras “e-petições” (petições online, também famosas no Brasil), que permitem que o público induza debates parlamentares se obterem apoio suficiente, foram publicados pelo governo.

Entre a lista de exigências das petições, o retorno da pena de morte é a mais comum, com dezenas de ativistas clamando por ela.

Outras sugestões incluem sair da União Europeia, o anonimato para os réus acusados de estupro e a limitação dos alimentos na prisão a apenas pão e água.

As petições com mais de 100.000 assinaturas podem levar a um amplo debate na Câmara dos Comuns. O governo alertou os deputados para não “ignorar” as sugestões do público.

Estaria a população do Reino Unido sendo “maldosa” demais? 40 das primeiras 169 petições publicadas pediam o retorno da pena de morte, e várias diziam que o Reino Unido deveria deixar a União Europeia ou retirar-se da Convenção Europeia dos Direitos Humanos.

Uma petição até demanda que as dietas dos prisioneiros fossem restritas a pão e água, como nos “bons velhos tempos”.

No entanto, 7 apelavam para a pena de morte não ser reintegrada. Uma petição recomendava a transmissão televisiva de processos judiciais, outra que o preço do álcool deveria ser aumentado e outra que musculação deveria ser encorajada para melhorar a saúde da nação.

A mais popular delas, com mais de 1,8 milhão de pessoas apoiando, opõem-se a tarifação rodoviária.

Entre a lista de 154 petições rejeitadas, a maioria era relacionada com o desporto na TV, pedindo que a Fórmula Um continuasse sendo transmitida de graça por canais abertos.

Qualquer petição assinada por mais de 100.000 cidadãos do Reino Unido vai para o Comitê de Negócios entre os partidos comuns, que decidirá se o assunto é digno de debate. Isso não significa que todas as petições terão resultado, só porque o assunto será discutido.

Qualquer petição considerada difamatória e ofensiva, ou igual a petições existentes, ou não relacionada com o governo será rejeitada. Ainda assim, as petições podem levar a debates sobre “ideias malucas”. Por exemplo, quase 50.000 apoiaram a ideia de que o apresentador de TV Jeremy Clarkson deve se tornar primeiro-ministro.[BBC]

O HOMEM ESTA RETORNANDO ÀS ORIGENS DA ANIMALIDADE?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI