Seguidores

quarta-feira, 13 de abril de 2011

RODEIO – EU NÃO VOU!

clip_image001

Olá Amigos !

Estamos nos unindo para levar ao maior número de pessoas o conhecimento sobre os Rodeios, por favor dediquem alguns minutos ao texto abaixo e se concordar copie e envie para o maior número de pessoas e quem sabe assim conseguimos impedir que o Rodeio aconteça novamente.

Temos que mostrar para as pessoas que nem todos concordam com esta tortura, muitos alegam que só querem ver os Shows mas é importante entender que quando pagam para assistir um Show estão indiretamente financiando a tortura de vários animais.

O OUTRO LADO DOS RODEIOS

Os animais usados nos rodeios são dóceis, porem fisicamente forçados   a demonstrar um comportamento selvagem na arena.   O sedém (artefato de couro) é amarrado sobre o "vazio" do boi, que  seria sua virilha, é puxado com força no momento em que o animal sai á   arena. Causa compressão dos canais que ligam os rins á bexiga, do prepúcio, pênis e escroto. Isso provoca rupturas viscerais, fraturas ósseas, hemorragias subcutâneas, e pode-se evoluir até o óbito. Fica a pergunta.

Porque o touro não entra na arena sem o sedém ?

Mesmo sendo ilegal e não permitido em muitos rodeios ainda são utilizados :      

· Coisas como pregos, pedras, alfinetes e arames em forma de anzol que são colocados nos sedéns ou sob a sela.

· As rosetas, mesmo sem a parte pontiaguda, causam lesões no pescoço e baixo ventre e perfuração do globo ocular.

· Isso sem falar nas substâncias abrasivas, como pimenta que são introduzidas no ânus do animal.

· A peiteira, uma corda de couro amarrada logo atrás da axila, causa lesões e muita dor.               

· Choques elétricos e mecânicos são aplicados nas partes sensíveis do animal antes das provas.

· Golpes e marretadas na cabeça fazem o animal saltar descontroladamente, resultando em quedas, fraturas de perna, pescoço, coluna, distensões, contusões etc...       

· Em determinadas provas, os animais sofrem ruptura da medula espinhal resultando na morte instantânea. Alguns sofrem lesões sérias nos  tendões e músculos. Outros ficam paralíticos e/ou têm   seus órgãos  internos rompidos, causando uma morte lenta e dolorosa.

· Sem contar em todo o estresse que esses animais passam nas longas viagens ate as cidades dos rodeios, passando calor, fome sede e  desconforto causadas pelas trepidações nas estradas.

                          Não patrocine nem financie a tortura dos animais.

                            Assista seu artista favorito longe dessa prática.

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI