Seguidores

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

SAÚDE

Autor: Dr. Claúdio Hypolito
Título: O PROCESSO DE ADOECIMENTO

Extraído do Jornal Entre nós nº 37
Informativo CEOS / IAM
Centro Espírita Obreiros do Senhor
Instituição Assistencial Memei


SAÚDE

Salud

Autor: Dr. Claúdio Hypolito
Título: O PROCESSO DE ADOECIMENTO

Título: EL PROCESO DEL ADORMECIMIENTO

Extraído do Jornal Entre nós nº 37

Extraído del periódico Entre nosotros, nº 37
Informativo CEOS / IAM
Centro Espírita Obreiros do Senhor

Centro Espírita Obreros del Señor
Instituição Assistencial Memei

Institución Asistencial Meimei


O PROCESSO DE

ADOECIMENTO

EL PROCESO DE

ADORMECIMIENTO

Segundo a Organização Mundial de Saúde (O.M.S.), saúde corresponde à satisfação de três requisitos: bem-estar físico, psicológico e social. A falta de saúde implica na não observância a uma ou mais condições citadas, gerando desequilíbrio ou doença.

Según la Organización Mundial de Salud (O.M.S.), la salud corresponde a la satisfacción de tres requisitos: bienestar físico, psicológico y social. La falta de salud implica en la no observación a una o más condiciones citadas, generando desequilibrio o enfermedad.

Para entendermos como surge o processo patológico, alguns conceitos são necessários. Como sabemos, o homem é forjado sob a ação de forças energéticas sutis que promovem o agregamento de pequenas partículas sub-atômicas, daí evoluindo até resultar numa composição celular, que estruturalmente possui vida própria e direcionamento existencial determinado, submetendo-se, no entanto, às determinações de um poder central superior, o Espírito, e colocando ao seu dispor toda a sua potencialidade.

Para entender como surge el proceso patológico, algunos conceptos son necesarios. Como sabemos, el hombre es forzado bajo la acción de fuerzas energéticas sutiles que promueven el agregamiento de pequeñas partículas sub-atómicas, de ahí evolucionando hasta concluir en una composición celular, que estructuralmente posee vida propia y dirección existencial determinada, sometiéndose, no obstante, las determinaciones de un poder central superior, el Espíritu, y poniendo a su disposición toda su potencialidad.

Os agrupamentos celulares já constituídos formam as estruturas orgânicas, que passam não só a influenciar a mente, mas também, de forma reflexa, este poder central, estabelecendo uma relação harmônica entre eles. Desequilíbrios gerados por este conjunto, associados a ações deletérias do meio onde está imerso, acabam por desestruturar esta harmonia.

Los agrupamientos celulares ya constituidos forman las estructuras orgánicas, que pasan no sólo a influenciar la mente, sino también, de forma refleja, este poder central, estableciendo una relación armónica entre ellos. Desequilibrios generados por este conjunto, asociados a acciones deletéreas del medio donde está inmerso, acaban por desestructurar esta armonía.

Concorre para este equilíbrio o convívio do indivíduo com sua flora normal e com as chamadas defesas orgânicas que compreendem: a pele; mucosas respiratórias ciliadas intactas; fatores imunes, como anticorpos específicos e células fagocitárias, como macrófagos do sistema retículo-endotelial e neutrófilos polimorfonucleares.

Concurre para este equilibrio la convivencia del individuo con su flora normal y con las llamadas defensas orgánicas que comprender; la piel; mucosa respiratoria, parpados intactos; factores inmunes, como anticuerpos específicos y células fagocitarías (célula susceptible de absorber y englobar partículas orgánicas o inorgánicas.)

Os granulócitos, por exemplo, são células componentes do sangue e têm como função a defesa contra as bactérias. Os portadores de deficiência na sua contagem apresentam grande suscetibilidade às infecções bacterianas.

Los granulositos, por ejemplo, son células componentes de la sangre y tiene como función la defensa contra las bacterias. Los portadores de deficiencia en su cuenta presentan gran susceptibilidad a las infecciones de bacterias.

Cita-se como uma das maiores causas de morte dos japoneses submetidos às radiações ionizantes das bombas nucleares, lançadas em Hiroshima e Nagasaki, a infecção bacteriana que se seguiu à aplasia da medula óssea e acentuada depleção no número de granulócitos no sangue periférico.

Se cita como una de las mayores causas de muerte de los japoneses sometidos a radiaciones de iones de las bombas nucleares, lanzadas en Hiroshima y Nagasaki, la infección de bacterias que siguió a la aplasia (disminución de la cantidad de los humores o de la sangre circulante del organismo.

O mecanismo de ação do granulócito é basicamente o de cercar a bactéria e engolfá-la, liberando enzimas para destruí-la, constituindo esta ação um ato da *Inteligência Celular*, que ocorre sem interferência consciencial, quer no seu desencadeamento ou interrupção.

El mecanismo de acción del granulosito es básicamente el de cercar la bacteria y envolverla, liberando enzimas para destruirla, constituyendo esta acción un acto de la “Inteligencia Celular”, que ocurre sin interferencias consciente, sea en su desencadenamiento o interrupción.

O aparecimento da doença se processa pela ruptura do equilíbrio mente e corpo que é relativo e extremamente dinâmico, e esta disjunção  pode ser causada por fatores patogênicos endógenos e exógenos. Portanto, a origem e a evolução da doença estão centradas na relação resistência versus fatores patogênicos.

La aparición de la dolencia se procesa por la ruptura del equilibrio mente y cuerpo que es relativo y extremadamente dinámico, y esta disyunción puede ser causada por factores patogénicos endogenos y exógenos. Por tanto, el origen y la evolución de la dolencia están centradas en la relación resistencia versus factores patogénicos.

Como fatores endógenos, podemos considerar os sentimentos, as sensações emocionais desvairadas tais como: amor possessivo, culpa, ódio, inveja, cobiça, orgulho, medo, que respondem por grande número das distonias energéticas na interação corpo-mente.

Como factores endógenos, podemos considerar los sentimientos, las sensaciones emocionales desvariadas tales como: amor posesivo, culpa, odio, envidia, codicia, orgullo, miedo que responden por un gran número de las distonias energéticas en la interacción cuerpo-mente.

Experiências mostram que o indivíduo submetido ao temor ou dor súbita, o seu estômago deixa de secretar ácido clorídrico. Entretanto, ante uma situação de ressentimento prolongado ou ira profunda ou crônica ocorre o oposto: a mucosa gástrica apresenta-se congesta, aumentando a secreção de ácido clorídrico e predispondo as gastralgias.

Las experiencias muestran que el individuo sometido al temor o dolor súbito, su estómago deja de segregar ácido clorhídrico. Entre tanto, ante una situación de resentimiento prolongado o ira profunda o crónica ocurre lo opuesto: la mucosa gástrica se presenta congestionada, aumentando la secreción de ácido clorhídrico y predisponiendo las gastrálgicas.

A alegria e o amor têm ação estimulante na manutenção do equilíbrio entre os órgãos, aumentando o potencial energético desses órgãos e, portanto, a resistência global do corpo, de modo a impedir a patogenia.

La alegría y el amor tienen una acción estimulante en la manutención del equilibrio entre los órganos, aumentando el potencial energético de esos órganos y, por tanto, la resistencia global del cuerpo, de forma a impedir la patogenia.

A tristeza, em contrapartida, soma efeitos contrários, debilitando o estado energético hígido e possibilitando a instalação progressiva de patologias diversas. Por exemplo, um pessimismo intenso leva à depressão, sobrelevando a ocorrência de derrame e enfarto, aumentando o risco de morte nos idosos.

La tristeza, en contrapartida, suma efectos contrarios, debilitando el estado energético rígido y posibilitando la instalación progresiva de patogenias diversas. Por ejemplo, un pesimismo intenso lleva a la depresión, sobrellevando el hecho de derrame e infarto, aumentando el riesgo de muerte en los ancianos.

Da mesma forma, a ambição na sua forma desmedida e o orgulho, quando não satisfeitos, provocam, além da constante insatisfação, graduações variadas de neuroses, que podem ser responsáveis por muitos sintomas como dores torácicas, dorsalgia, cefaléia, desnutrição, obesidade, nervosismo, fadiga.

De la misma forma, la ambición en su forma desmedida y el orgullo, cuando no son satisfechos, provocan, más allá de la constante insatisfacción, grados variados de neurosis, que pueden ser responsables por muchos síntomas como dolores torácicos, dolor en el dorso, cefaleas, desnutrición, obesidad, nerviosismo, fatiga.

Os fatores exógenos se distribuem desde as ações excessivas nos seus mais variados níveis, tais como a inobservância de horários, predileção alimentar, ociosidade, ingestão de medicamentos em excesso, fumo, álcool, sexo desenfreado, traumatismo, drogas, etc. até as chamadas agressões ambientais que a sociedade industrializada produz, através de emanações de substâncias químicas e radioativas na atmosfera, contaminando o meio ambiente.

Los factores exógenos se distribuyen desde las acciones excesivas en sus más variados niveles, tales como la falta de observancia de horarios, predilección alimentaría, ociosidad, ingestión de medicamentos en exceso, tabaco, alcohol, sexo desenfrenado, traumatismo, drogas, etc. Hasta las llamadas agresiones ambientales que la sociedad industrializada produce, a través de emanaciones de sustancias químicas y radioactividad en la atmósfera, contaminando el medio.

Os micróbios que causam as enfermidades são os que têm, como característica, a virulência para o homem, bastando o contato no momento de menor resistência e os que são membros naturais da flora orgânica normal, que passam a exercer função patogênica. Por exemplo, o streptococus beta hemolítico e o streptococus pneumoniae, que causam a faringite estreptocócica e a pneumonia pneumocócica, respectivamente, são habitantes normais da garganta.

Los microbios que causan las enfermedades son los que tienen, como características, la virulencia para el hombre, siendo suficiente el contacto en el momento de menos resistencia y los que son miembros naturales de la flora orgánica normal, que pasan a ejercer una función patogénica.

Podemos, no gráfico abaixo, visualizar a dinâmica do processo de adoecimento.

Podemos, en el gráfico abajo, visualizar la dinámica del proceso de adormecimiento.

clip_image001

No gráfico, temos no eixo das ordenadas o quantum energético ou resistência do indivíduo quando do seu nascimento, e no eixo da abscissa a idade em anos, tomando a linha C como base de um padrão de normalidade.

En el gráfico, tenemos en la línea de las ordenadas el quantum energético o resistencia del individuo cuando en su nacimiento, y en la línea de la distancia, en una recta, de un punto a otro tomado como origen, la edad en años, tomando la línea C como base de un patrón de normalidad.

Analisando o nascimento do indivíduo 1 ocorrido de forma satisfatória (acima da linha) C e com fatores inatos potencialmente debilitantes, mas pouco atuantes, começa a sofrer as influências do meio que, por si só, não significam fator deletério, pois que podemos, através de atos restauradores, equilibrar esta situação. No entanto, sem os cuidados necessários à manutenção da homeostase interna, os fatores agressivos, a maioria deles originados por nós mesmos, provocam, com o passar do tempo, a diminuição da resistência logrando sintomatologia na quarta década da vida.

Analizando el nacimiento del individuo 1 ocurrido de forma satisfactoria (encima de la línea) C y con factores innatos potencialmente debilitadores, pero poco actuantes, comienza a sufrir las influencias del medio que, por sí sólo, no significa un factor deletéreo, pues podemos, a través de actos restauradores, equilibrar esta situación.

No entanto, sem os cuidados necessários à manutenção da homeostase interna, os fatores agressivos, a maioria deles originados por nós mesmos, provocam, com o passar do tempo, a diminuição da resistência logrando sintomatologia na quarta década da vida.

No obstante, sin los cuidados necesarios a la manutención de la homeostasis interna, los factores agresivos, la mayoría de ellos originados por nosotros mismos, provocan, con el paso del tiempo, la disminución de la resistencia logrando una sintomatología en la cuarta década de la vida.

Ao considerarmos os nascimentos 2 e 3, temos de imediato a ação dos fatores inatos atuando e provocando um decesso da linha da normalidade, mais acentuada para o indivíduo 3.

Al considerar los nacimientos 2 y 3, tenemos de inmediato la acción de los factores innatos actuando y provocando un descenso de la línea de la normalidad, pero acentuada para el individuo 3.

Estes fatores inatos são, na conceituação da medicina oriental, as alterações transferidas pelos antepassados, podendo ser entendidas por nós como alterações transmitidas de vidas passadas, além do conceito oriental.

Estos factores innatos son, en la conceptuación de la medicina oriental, las alteraciones transferidas por los antepasados, pudiendo ser entendidas por nosotros como alteraciones transmitidas de vidas pasadas, más allá del concepto oriental.

Os indivíduos 2 e 3 sofrem da mesma forma as conseqüências dos desregramentos, no entanto manifestarão mais precocemente a sintomatologia específica dos problemas e que deram origem.

Los individuos 2 y 3 sufren de la misma forma las consecuencias de lo exorbitante, no obstante manifestaran más precozmente la sintomatología específica de los problemas y que dieron origen.

Concluindo, o processo de adoecimento é de tal forma multifacetado que todos os atos, palavras e pensamentos, têm um peso específico na sua gênese e podem determinar a velocidade com que irá propagar, retroceder ou não começar. Como tudo, depende única e exclusivamente de nós.

Concluyendo, el proceso de adormecimiento es de tal forma de múltiples facetas que todos los actos, palabras y pensamientos, tiene un peso específico en su génesis y pueden determinar la velocidad con que van a propagar, retroceder o no comenzar. Con todo, depende única y exclusivamente de nosotros.

Bibibliografia: Best & Taylor's - As bases fisiológicas da prática médica, El manual Merck - 6* edição - 1.978

Bibliografía: Best & Taylor’s – Las bases fisiológicas de la practica de la medicina, El manual Merck –

6ª edición – 1978.

Dr. Claúdio Hypolito, médico acumputor endereço para correspondência
R. Frei Gaspar, 552 - Centro - S. B.Campo

Dr. Claudio Hypolito, médico acupuntor, dirección para la

Correspondencia: R. Frei Gaspar, 552 – Centro – S. B. Campo

 

clip_image002

Esta mensagem eletrônica foi enviada à você

com as melhores vibrações

de paz e amor

Este mensaje electrónico fue enviado a usted

Con las mejores vibraciones

De paz y amor.

Depressão, Uma Visão Espírita

Depresión, Una Visión Espírita

Nery Porchia

Desde passado longínquo autoridades médicas e psicológicas têm buscado explicações para os estados depressivos, considerando apenas como estado mórbido. Será apenas distúrbio somático, decorrente de síndromes nervosas?

Desde un pasado lejísimos, autoridades médicas y psicológicas han buscado explicaciones para los estados depresivos, considerándolo apenas como un estado mórbido. ¿Será sólo un disturbio somático, derivado de síndromes nerviosos?

Mais recentemente já se começou a pensar que a depressão, causas e conseqüências poderiam ter outras  configurações, a partir de estudos até mesmo do comportamento humano.

Más recientemente ya se comenzó a pensar que la depresión, causas y consecuencias podrían tener otras configuraciones, a partir de estudios hasta incluso del comportamiento humano.

Não haveria também causas espirituais? Dizemos espirituais e não religiosas, pois qualquer nome que se dê, sabemos que o corpo humano é constituído do corpo e alma (espírito), sem contar que a doutrina espírita encontra um outro componente, o perispírito.

¿No habría también causas espirituales? Decimos espirituales y no religiosas, pues cualquier nombre que se de, sabemos que el cuerpo humano está constituido del cuerpo y alma (espíritu), sin contar que la doctrina espírita encuentra otro componente, el periespíritu.

Como objeto de estudos dentro da doutrina espírita fomos buscar em renomados autores encarnados, especialistas quanto ao mecanismo da mente e nos desencarnados como forma de conhecer a visão Espírita da depressão.

Como objeto de estudios dentro de la doctrina espírita fuimos a buscar en renombrados autores encarnados, especialistas en cuanto al mecanismo de la mente y en los desencarnados como forma de conocer la visión Espírita de la depresión.

O ponto de partida é um texto extraído do Boletim da Associação Médico-Espírita do Estado do Espírito Santo, de autoria do médico Dr. Wilson Ayub Lopes, que buscou em obras espíritas elementos para seu artigo “A DEPRESSÃO NA VISÃO ESPÍRITA”.

El punto de partida es un texto extraído del Boletín de la Asociación Médico-Espírita del Estado de Espíritu Santo, autor el médico Dr. Wilson Ayud Lopes, que buscó en obras espíritas elementos para su artículo “LA DEPRESIÓN EN LA VISIÓN ESPÍRITA

A leitura desse texto demonstra  bem a conceituação médica da depressão, enriquecida com preciosos esclarecimentos de espíritos evoluídos registrados na bibliografia doutrinária, concluindo pelo nexo causal entre moléstia e pertubação do espírito. Vamos então procurar uma síntese de informações para se entender como o mundo espiritual pode ter influências no surgimento de depressões, nas suas  variadas manifestações.

La lectura de este texto, demuestra bien el concepto médico de la depresión, enriquecida con preciosos esclarecimientos de espíritus evolucionados registrados en la bibliografía doctrinario, concluyendo por el anexo causal entre molestia y perturbación del espíritu. Vamos entonces a buscar una síntesis de informaciones para entenderse como el mundo espiritual puede tener influencias en el surgimiento de depresiones, en sus variadas manifestaciones.

Claro, óbvio, que a primeira obra seja o EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO, de Allan Kardec, na tradução de J. Herculano Pires.

Claro, obvio, que la primera obra sea el EVANGELIO SEGÚN EL ESPIRITISMO, de Allan Kardec, en la traducción de J. Herculano Pires.

Os elementos que coligimos fomos buscar no Capítulo V – Bem aventurados os aflitos..., o que já nos prenuncia um estado espiritual para um grande número de depressões a que os seres humanos estão sujeitos.

Los elementos que recopilamos fuimos a buscarlos en el Capítulo V – Bien aventurados los afligidos…, lo que ya nos anuncia un estado espiritual para un gran número de depresiones a que los seres humanos están sujetos.

O que são aflições? São alterações do modo de vida  que se transformam em vicissitudes, que têm uma causa justa e considerando que Deus é justo, a causa é, por conseqüência, justa.

¿Qué son aflicciones? Son alteraciones de modo de vida que se transforman en vicisitudes, que tienen una causa justa y considerando que Dios es justo, la causa es, por consecuencia, justa.

Segundo Kardec, essas vicissitudes tem duas causas distinta, podendo ser originária da vida presente ou de outras vidas.

Según Kardec, esas vicisitudes tienen dos causas distintas, pudiendo ser originaria de la vida presente o de otras vidas.

Porque a ligação de vicissitudes com depressão? Simplesmente porque, segundo o Dr. Ayub, a depressão decorre ou é “uma alteração do estado de humor, uma tristeza intensa, um abatimento profundo”.

¿Por qué la unión de vicisitudes con depresión? Simplemente porque, según el Dr. Ayud, la depresión deriva o es “una alteración del estado de humor, una tristeza intensa, un abatimiento profundo”.

E Kardec complementa que as vicissitudes são as aflições de que a pessoa é tomada, as decepções, as frustrações, enfim, vários acontecimentos que deprimem o estado de espírito, como se costuma dizer em linguagem mais accessível.

Y Kardec completa que las vicisitudes son las aflicciones de que la persona es tomada, las decepciones, las frustraciones, en fin, varios acontecimientos que deprimen el estado de espíritu, como se acostumbra a decir en lenguaje más accesibles.

A quem cabe a culpa por essas aflições? Kardec responde que “cabem senão a si mesmo”, pois por orgulho ou falta de conhecimento, atribuem à falta de sorte, à Providência, sua má estrela, sem pensar que sua má estrela é sua própria falta de compreensão.

¿A quién cabe la culpa por esas aflicciones? Kardec responde que “cabe a sí mismo”, pues por orgullo o falta de conocimiento, atribuyen a la falta de suerte, a la Providencia, su mala estrella, sin pensar que su mala estrella es su propia falta de comprensión.

Segundo o Dr. Ayub, a depressão se apresenta sob três formas, decorrentes do fenômeno causal.  Algumas são comportamentais, outras advem de um estado mórbido e ainda as que fogem ao controle do homem, são de caráter imponderável, e ocorrem dentro da misericórdia divina: a perda de um ente querido, um acidente fatal, reveses da fortuna, flagelos naturais.

Según el Dr. Ayud, la depresión se presenta bajo tres formas, derivadas del fenómeno causal. Algunas son comportamentales, otras vienen de un estado mórbido y aun las que huyen al control del hombre, son de carácter imponderable, y ocurren dentro de la misericordia divina: la pérdida de un ente querido, un accidente fatal, reveses de la fortuna, flagelas naturales.

Muitas vezes a depressão decorre de um sentimento de culpa ou de arrependimento, sendo estes casos diretamente decorrentes da ação ou omissão do homem.

Muchas veces la depresión deriva de un sentimiento de culpa o de arrepentimiento, siendo estos casos directamente derivados de la acción u omisión del hombre.

Analisando a depressão originária de vidas passadas, se o espírito encarnado volta a deixar de cumprir seus compromissos dentro do seu livre arbítrio; escolhida a ação, depois se arrepende e fica com a consciência culpando-o, talvez até mesmo por vislumbres de lembranças do passado.

Analizando la depresión originaria de vidas pasadas, si el espíritu encarnado vuelve a dejar de cumplir sus compromisos dentro de su libre albedrío; escogida la acción, después se arrepienten y queda con la conciencia culpándolo, tal vez hasta incluso reminiscencias de recuerdos del pasado.

Não foi o que ocorreu com Pedro e com Judas? Ambos se arrependeram e caíram num estado depressivo, do qual só a fé e a força de vontade podem tirar desse estado.

¿No fue lo ocurrió con Pedro y con Judas? Ambos se arrepintieron y cayeron en un estado depresivo, del cual sólo la fe y la fuerza de voluntad pueden sacar de ese estado.

Vimos que Pedro se arrependeu, pediu perdão, e se reabilitou perante Cristo, o que não conseguiu Judas Iscariote.

Vimos que Pedro se arrepintió, pidió perdón, y se rehabilitó delante de Cristo, lo que no consiguió Judas Iscariote.

Este, deprimido e arrependido viu no suicídio a única forma de se redimir do seu erro. Aqui vale uma pergunta não propriamente dentro do tema, mas para reflexão: essa  sua traição não estaria dentro dos desígnios de Deus, pois com todo Seu poder poderia ter evitado a prisão de Jesus? A nós parece que estava escrito!

Éste, deprimido y arrepentido vio en el suicidio la única forma de redimirse de su error. Aquí vale una pregunta no propiamente dentro del tema, sino para reflexión: ¿su traición no estaría dentro de los designios de Dios, pues con todo Su poder podría haber evitado la detención de Jesús? ¡A nosotros nos parece que estaba escrito!

Segundo pesquisadores, a depressão se apresenta sob formas diferentes, com intensidade e/ou duração variáveis. E também que todo depressivo, em regra geral é triste, mas a recíproca não é verdadeira.

Según investigadores, la depresión se presenta bajo formas diferentes, con intensidad y/o duración variables. Y también que todo depresivo, por norma general es triste, pero lo contrario no es verdadero.

Porque estamos defendendo a posição, com certeza com boas companhias, de que a depressão em muitos e muitos casos pode ser conseqüência de uma causa espiritual?

¿Por qué estamos defendiendo la posición, con seguridad con buenas compañías, de que la depresión en muchos y muchos casos puede ser consecuencia de una causa espiritual?

Não nos disse Jesus, “no mundo tereis aflições...?”

No nos dice Jesús, “¿en el mundo tendréis aflicciones?

Vamos também transcrever um trecho de Kardec:

Vamos también a transcribir un trecho de Kardec:

“O Espiritismo é a ciência nova que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência  e a natureza do mundo espiritual e suas relações com o mundo corpóreo”.

“El Espiritismo es la ciencia nueva que viene a revelar a los hombres, por medio de pruebas irrefutables, la existencia y la naturaleza del mundo espiritual y sus relaciones con el mundo corpóreo.

Ele no-lo mostra, não mais como coisa sobrenatural, porém, ao contrário, como uma das forças vivas e sem cessar atuantes da Natureza, como a fonte de uma imensidade de fenômenos até hoje incompreendidos e, por isso, relegados para o domínio do fantástico e do maravilhoso. É a essas relações que o Cristo alude em muitas circunstâncias e daí vem que muito do que ele disse permaneceu ininteligível ou falsamente interpretado. O ESPIRITISMO É A CHAVE COM O AUXÍLIO DA QUAL TUDO SE EXPLICA DE MODO FÁCIL (Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo I).

El no lo muestra más como cosa sobrenatural, sin embargo, al contrario, como una de las fuerzas vivas y sin cesar actuantes de la Naturaleza, como la fuente de una inmensidad de fenómenos hasta hoy incomprendidos y, por eso, relegados para el dominio de lo fantástico y de lo maravilloso. Es a esas relaciones que el Cristo alude en muchas circunstancias y de ahí viene mucho de lo que él dijo, permaneciendo ininteligible o falsamente interpretado. EL ESPIRITISMO ES LA LLAVE CON EL AUXILIO DE LA CUAL TODO SE EXPLICA DE MODO FÁCIL (Evangelio Según el Espiritismo, capítulo I).

Porque não buscarmos na luz da Doutrina o que o Espiritismo e os espíritos evoluídos e benfeitores dos encarnados sob a proteção de Jesus, pode dar a propósito do tema?

¿Por qué no buscamos en la luz de la Doctrina lo que el Espiritismo y los espíritus evolucionados y benefactores de los encarnados bajo la protección de Jesús, puede dar a propósito del tema?

Nós, espíritas convictos, sabemos que a reencarnação é a chave que recebemos da Misericórdia Divina para o aperfeiçoamento do nosso Espírito, e nesse caminho encontramos sempre os Espíritos que nos amam e se preocupam com o nosso estado corpóreo e espiritual. São Bons Espíritos que nos acompanham, nos dão assistência sempre e, principalmente, nos fortalecem intuindo para o caminho do êxito na missão.

Nosotros, los espíritas convencidos, sabemos que la reencarnación es la llave que recibimos de la Misericordia Divina para el perfeccionamiento de nuestro Espíritu, y en ese camino encontramos siempre a los Espíritus que nos aman y se preocupan con nuestro estado corpóreo y espiritual. Son los Buenos Espíritus que nos acompañan, nos dan asistencia siempre y, principalmente, nos fortalecen para el camino del éxito en la misión.

Assim, todo encarnado deprimido vai encontrar na Doutrina excelente aliada para recuperação da sua saúde. Basta querer encontrar o remédio certo, na medida certa, e na hora certa.

Así, todo encarnado deprimido va a encontrar en la Doctrina excelente aliada para la recuperación de su salud. Basta querer encontrar el remedio cierto, en la medida cierta, y en la hora cierta

clip_image002 clip_image004

clip_image005

O Amor em Ação

El Amor en Acción
Enviando para você
esta mensagem envolvida
de muita paz e amor

Enviando para usted

este mensaje envuelto

de mucha paz y amor


http://br.groups.yahoo.com/group/oamoremacao/

João Cabral

Presidente da ADE-SERGIPE

Em: 20.11.2010

Aracaju-Sergipe-Brasil

Website: www.ade-sergipe.com.br

A SUA EVOLUÇÃO NO PLANO HUMANO E NO ESPIRITUAL DEPENDE DA CARIDADE PARA COM OS SEMELHANTES.

clip_image001

MENSAGEM EM PORTUGUÊS- ESPAÑOL - FRANÇAIS

MENSAGEM DE JOSÉ MARIA COLAVIDA - 6º CONGRESSO MUNDIAL - Français.

FOTOS DO MOVIMENTO ESPIRITA ESPAÑOL - Português

SÍNTESE DA CONFERÊNCIA - LEI DE JUSTIÇA E AMOR - Português

CONFERÊNCIA - A CURA E A AUTOCURA - Português

FERMENTO VELHO - Português

OS LIVROS DO ESPIRITO ANDRÉ LUIZ-Português

SAUDADES DE JESUS - Português/Español

Queridos(as). Amor e Luz, sempre.

Novas mensagens para transformar a sua VIDA.

Veja os Textos e Anexos. Divulguemos.

Recomende E OUÇA  a Rádio-ONLINE da ADE-SERGIPE. Veja agora...

Envie um LINDO PPS-DiVALDO-Joanna de Angelis aos amigos. COPIE na Galeria de FOTOS!

Website em TESTE operacional. Veja. Opine!

Fácil clique no WEBSITE: www.ade-sergipe.com.br  e veja a Rádio e a Galeria de Fotos.

Com votos de  mais LUZ e AMOR, o amigo de sempre.

João Cabral-Presidente da ADE-SERGIPE

Em: 22.11.2010

Aracaju-Sergipe-Brasil

Assessoria Internacional da ABRADE-Brasil

clip_image002

FOTOS DO 6º CONGRESSO MUNDIAL - VALENCIA - ESPANHA

clip_image003clip_image005

Luz do Evangelho
Jesus é nosso guia.

FERMENTO VELHO

“Alimpai-vos, pois, do fermento

velho, para que sejais uma nova

massa.” – Paulo. (I CORÍNTIOS, 5:7.)

Existem velhas fermentações de natureza mental, que representam tóxicos perigosos ao equilíbrio da alma.

Muito comum observarmos companheiros ansiosos por íntima identificação com o pretérito, na teia de passadas reencarnações.

Acontece, porém, que a maioria dos encarnados na Terra não possuem uma vida pregressa respeitável e digna, em que possam recolher sementes de exemplificação cristã.

Quase todos nos embebedávamos com o licor mentiroso da vaidade, em administrando os patrimônios do mundo, quando não nos embriagávamos com o vinho destruidor do crime, se chamados a obedecer nas obras do Senhor.

Quem possua forças e luzes para conhecer experiências fracassadas, compreendendo a própria inferioridade, talvez aproveite algo de útil, relendo páginas vivas que se foram. Os aprendizes desse jaez, contudo, ainda são raros, nos trabalhos de recapitulação na carne, junto da qual a Compaixão Divina concede ao servo falido a bênção do esquecimento para a valorização das novas iniciativas.

Não guardes, portanto, o fermento velho no coração.

Cada dia nos conclama à vida mais nobre e mais alta.

Reformemo-nos, à claridade do Infinito Bem, a fim de que sejamos nova massa espiritual nas mãos de Nosso Senhor Jesus.

Emmanuel/Chico Xavier

Livro “Vinha de Luz” – 1951

Questão 64, páginas 141 e 142.

Federação Espírita Brasileira

 
Luz do Evangelho

Emmanuel – 326 Fermento velho

21 de novembro de 2010

21 de novembro

Atenção vamos continuar votando em Chico Xavier que está a frente com 118.000 votos!

Para votar, aceda a: http://www.aguinaldosilvadigital.com.br/2010/?page_id=27

O MAIOR BRASILEIRO DE SEMPRE!

ENTREVISTA NO 6º CONGRESSO ESPIRITA MUNDIAL - RÁDIO - E CONFERENCIA EN TOMELLOSO-ESPAÑA

clip_image007clip_image009

Saudades de Jesus

Livro: Momentos com Chico Xavier
Adelino Silveira

Nostalgia de Jesús
Libro: Momentos con Chico Xavier
Adelino Silveira

Estávamos na residência do Chico em Uberaba.

Estábamos en la residencia de Chico en Uberaba.

Seu estado de saúde não lhe permitia deslocar-se até o Centro.

Su estado de salud no le permitía trasladarse hastael Centro.

A multidão se comprimia lá na rua em frente, quando o portão se abriu, a fila de pessoas tinha alguns quarteirões. Foram passando uma a uma em frente ao Chico.

La multitud se comprimía allá en la calledel frente, cuando el portón se abrió, la fila de personas ya tenía algunas cuadras. Fueron pasando una a una frente a Chico.

Pessoas de todas as idades, de todas as condições sociais e dos mais distantes lugares do País.

Personas de todas las edades, de todas las condiciones sociales y de los más distantes lugares del País.

Algumas diziam:

Algunas decían:

- Eu só queria tocá-lo...

- Yo sólo quería tocarlo...

- Meu maior sonho era conhecê-lo...

- Mi mayor sueño era conocerlo...

- Só queria ouvir sua voz e apertar sua mão.

- Sólo quería oír su voz y apretar su mano.

Uns queriam notícias de familiares desencarnados, espantar uma idéia de suicídio.

Unos querían noticias de familiares desencarnados, espantar una idea de suicidio.

Outros nada diziam, nada pediam, só conseguiam chorar.

Otros nada decían, nada pedían, sólo conseguíanllorar.

Com uma simples palavra do Chico, seus semblantes se transfiguravam, saíam sorridentes.

Con una simples palabra de Chico, sus semblantes se transfiguraban, salían sonrientes.

Ao ver as pessoas ansiosas para tocá-lo, a interminável fila,
a maneira como ele atendia a todos fiquei pensando:

Al ver las personas ansiosas para tocarlo, la interminable fila,
la manera como él atendía a todos me quedé pensando:

"Meu Deus, a aura do Chico é tão boa... seu magnetismo é tão grande, que parece que pulveriza nossas dores e ameniza nossas ansiedades".

"Dios mío, el aura de Chico es tan buena... su magnetismo es tan grande, que parece que pulveriza nuestros dolores y ameniza nuestras ansiedades".

De repente, ele se volta para mim e diz:

De repente, él se vuelve para míy dice:

- Comove-me a bondade de nossa gente em vir visitar-me. Não tenho mais nada para dar.

- Me conmueve la bondad de nuestra gente en venir a visitarme. No tengo más nada para dar.

Estou quase morto. Por que você acha que eles vêm?

Estoycasi muerto. ¿Por quéustedencuentra que ellos vienen?

Perguntou-me e ficou esperando a resposta. Aí, pensei:

Me preguntó yse quedó esperando la respuesta. Ahí, pensé:

Meu Deus, frente a um homem desses, a gente não pode mentir
nem dizer qualquer coisa que possa vir ofender a sua humildade (embora ele sempre diga que nunca se considerou humilde).

Dios mío, frente a un hombre de esos, no podemos mentir
ni decir cualquier cosa que pueda venir a ofender a su humildad (aunqueél siempre diga que nunca se consideró humilde).

Comecei então a pensar que quando Jesus esteve conosco,
onde quer que aparecesse, a multidão o cercava. Eram pessoas de todas as idades, de todas as classes sociais e dos mais distantes lugares.

Empecé entonces a pensar que cuando Jesús estuvo con nosotros,
donde quiera que apareciese, la multitudlo cercaba. Eran personas de todas las edades, de todas las clases sociales y de los más lejanos lugares.

Muitos iam esperá-lo nas estradas, nas aldeias ou nas casas onde Ele se hospedava.

Muchos ibana esperarlo en los caminos, en las aldeas o en las casas donde Él se hospedaba.

Onde quer que aparecesse, uma multidão o cercava. Tanto que Pedro lhe disse certa vez:

Dónde quiera que apareciese, una multitudlo cercaba. Tanto que Pedro le dijo cierta vez:

"Bem vês que a multidão te comprime".

"Bien ves que la multitud te comprime".

Zaqueu chegou a subir numa árvore somente para vê-lo.

Zaqueollegó a subir enunárbol solamente para verlo.

Ver, tocar, ouvir era só o que queriam as pessoas.

Ver, tocar, oír era sólolo que queríanlas personas.

Tudo isso passou pela minha cabeça com a rapidez de um relâmpago.

Todo eso pasó por mi cabeza conla rapidez de un relámpago.

E como ele continuava olhando para mim esperando a resposta, animei-me a dizer:

Y como él continuaba mirándome esperando la respuesta, me animé a decir:

- Chico, acho que eles estão com saudades de Jesus.

- Chico, creo que ellos están connostalgia de Jesús.

Palavras tiradas do fundo do coração, penso que elas não ofenderam sua modéstia.

Palabras sacadas de loprofundo de mi corazón, pienso que ellas no ofendieron su modestia.

A multidão continuou desfilando.

La multitud continuó desfilando.

Todos lhe beijavam a mão e ele beijava a mão de todos.

Todos le besabanla manoyélles besabala mano a todos.

Lá pelas tantas da noite, quando a fila havia diminuído sensivelmente, percebi que seus lábios estavam sangrando. Ele havia beijado a mão de centena de pessoas.

Allá por las tantas de la noche, cuando la fila había disminuido sensiblemente, percibí que sus labios estaban sangrando. Él había besado la mano de centenas de personas.

Fiquei com tanta pena daquele homem, nos seus oitenta e oito anos, mais de setenta dedicados ao atendimento de pessoas, que me atrevi a lhe perguntar:

Me quedé con tanta pena de aquel hombre, con sus ochenta y ocho años, más de setenta dedicados a la atención de personas, que me atreví a preguntarle:

- Por que você beija a mão deles?

- ¿Por quéusted besa la mano de ellos?

A humildade de sua resposta continuará emocionando-me sempre:

La humildad de su respuesta continuará emocionándome siempre:

- Porque não posso me curvar para beijar-lhes os pés.

- Porque no puedo curvarme para besarles los pies.

ADELINO DA SILVEIRA

Mensaje traducido por el GRUPO MARIA DE NAZARET de Santiago de Chile - Em 20.11.2010

CAMINHOS DA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL - Conheça e Viva...

Equipe de Espiritos do Livro OBREIROS DA VIDA ETERNA-André Luiz

clip_image010

clip_image012

TRABALHO PESQUISADO POR GERALDO LEMOS - BELO HORIZONTE-BRASIL- DIVULGUEMOS ESTES LIVROS.

A EDITORA - EDICEI - JÁ TEM ESTES LIVROS EM OUTROS IDIOMAS... COOPERE NA DIVULGAÇÃO!

LIVROS QUE RENOVAM O HOMEM NA TERRA!

clip_image013clip_image014

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

NOVA MENSAGEM DE RENOVAÇÃO PARA A SUA VIDA NA TERRA E NO MUNDO ESPIRITUAL. Pense nisto!

clip_image001

MENSAGEM EM PORTUGUÊS - ESPAÑOL - ENGLISH

MEDITAÇÃO - Português

SIMONETTI E MERLANIO MAIA - Em Sergipe-Português

O MATERIAL E POLÍTICO-Português

ORAÇÃO À PÁTRIA BRASILEIRA-Português

TRANQUILIZANTE-Português-Español

DIEZ MANERAS DE AMARNOS A NOSOTROS MISMOS-Português/Español

Amigos(as) Amor e Luz, sempre

Novas mensagens que renovam Vidas.

Sendo possível vejam os anexos e divulguemos...

Com votos de Paz para nós e para a Terra, somos,

* Estamos reconstruindo o nosso WEBSITE para VOCÊ.

Com mensagem diária de Autoajuda - Musica e muitas novidades!

João Cabral-Presidente da ADE-SERGIPE

Website: www.ade-sergipe.com.br

Aracaju-Sergípe-Brasil

Em: 11.11.2010

Assessoria Internacional da ABRADE-Brasil

TRABALHO MÉDICO E DE PSICOLOGIA TRANSPESSOAL - Excelente!

clip_image003

DEUS DESPERTA NO HOMEM O LIVRE ARBÍTRIO
Foto de Mari Carmen-España

clip_image005

clip_image007

PROGRESSO MATERIAL E POLÍTICO

clip_image008

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Doutrina Espírita é acusada de, ao se preocupar somente com a vida no Além, ajudar a manter o sistema político vigente, por não se preocupar com o progresso material e político do homem na Terra. O que acha?
É muito interessante isso, mas não desejamos abusar, desprestigiar, desprimorar mesmo a figura de Jesus Cristo. É importante considerar que Jesus cogitou muito da melhora da criatura em si. Auxiliou cada companheiro no caminho a ter mais fé, a amar os seus semelhantes, ensinou os companheiros a se entre-ajudarem de modo que nós vimos Jesus sempre preocupado com o homem, com a alma. tem Não nos consta que Ele tivesse aberto qualquer processo de subversão contra o Império Romano, nem mesmo contra a Palestina ocupada. Então, o espírita não é propriamente uma pessoa conformada do ponto de vista negativo. Conformismo em Doutrina Espírita o sinônimo de paciência operosa. Paciência que trabalha sempre para melhorar as situações e cooperar com aqueles que recebem a responsabilidade da administração de nossos interesses públicos. Em nada nos adiantaria dilapidar o trabalho de um homem público, quando nosso dever é prestigiá-lo e respeitá-lo tanto quanto possível e também colaborar com ele para que a missão dele seja cumprida. Porque é sempre muito fácil subverter situações e estabelecer críticas violentas ou não em torno das pessoas. Nós precisamos é de construtividade. Não que estejamos batendo palmas para esse ou aquele, mas porque devemos reverenciar o princípio da autoridade, porque sem disciplina não sei se pode haver trabalho, progresso, felicidade, paz ou alegria para alguém. Veja a natureza: se o Sol começasse a pedir privilégios e se a Terra exigisse determinadas vantagens o que seria de nós com a luz e o pão de cada dia?

Fonte:
Revista Espírita "Informação" - n 152.

Link da Página: http://www.grupoandreluiz.org.br/chico_ler_perguntas.php?id=12

(Publicado em 09/01/2007)

clip_image010clip_image011

ORAÇÃO À PÁTRIA BRASILEIRA

Em mensagem psicofônica transmitida pelo médium Divaldo Franco no Centro Espírita "Caminho da Redenção", em Salvador, Bahia, em 16 de novembro de 2005, um dia após o 116º aniversário da Proclamação da República, Deodoro da Fonseca vem reafirmar a destinação histórica do Brasil anunciada por Humberto de Campos, em 1938, através da mediunidade de Francisco Cândido Xavier

"Pátria brasileira!

Abençoada pela fulgurante luz das estrelas do Cruzeiro do Sul, estás programada pelo Senhor da Vida para que sejas, em futuro não distante, o centro de irradiação do Evangelho restaurado.

Enquanto a humanidade sofre a noite terrível que se abate sobre a Terra, e tu experimentas, solo verdejante, a sombra dominadora do descalabro moral dos homens, na Consciência Cósmica que te gerou estão definidos os desafios e rumos para que logres as tuas conquistas em futuro próximo.

Dormem, nas montanhas em que te apóias e na intimidade das águas oceânicas do Atlântico, que te banha de norte a sul, tesouros inimagináveis que te destacarão mais tarde no concerto econômico das grandes nações.

Embora a conspiração deste momento contra as tuas matas grandiosas, sobreviverás às ambições desconcertantes de madeireiros, pecuaristas e agricultores desalmados e dos conciliábulos nefandos que lutam pela destruição da tua Amazônia, que permanecerá como último pulmão da Terra, sustentando a sociedade que hoje se encontra sem rumo.

Padeces, na conjuntura atual, a sistemática desagregação dos valores ético-morais, políticos e emocionais, os mesmos que abalam o mundo, mas esses transitórios violadores do dever passarão, enquanto persistirá a tua destinação histórica, Pátria do porvir!

Conseguiste libertar-te da mancha cruel da escravidão em etapas contínuas, que culminaram no gesto audaz da tua filha, que não teve pejo de, na ausência do pai, pôr fim ao abuso da exploração impiedosa do negro, também teu filho, no eito terrível e hediondo da perversidade.

Logo depois, já livre do jugo da pátria-mãe que te humilhava, pondo-te em subalterna situação, aspiraste por vôos mais altos, que um dia se transformaram em liberdades democráticas que sorriam para ti, e o teu pavilhão verde, azul e amarelo tremulou, numa república, que a partir de então podia compartilhar do banquete internacional realizado pelos povos livres da Terra.

É certo que ainda estertoras, neste momento de desafios, quando a cultura cambaleia, a ética desfalece, a moral se perverte e os direitos humanos esquecidos são postos à margem pelos dominadores ignorantes de um dia.

Tu, porém, sobreviverás a toda essa desdita, Brasil!

Compreende, neste momento, a desenfreada manobra dos manipuladores da opinião pública e a daqueles que te dilapidam os valores, transferindo-os para os paraísos fiscais da ignomínia e da insensatez, porque esse hediondo crime contra a tua economia e os milhões de vidas será de duração efêmera. Eles morrerão deixando tudo em contas secretas e em aplicações de que jamais se utilizarão...

Enquanto isso ocorre, gemem no teu solo os filhos da miséria, ocultos nos escombros do abandono.

As tuas vielas, ruas e avenidas nos pequenos burgos do interior, nas metrópoles, vêem e sofrem inermes, a desenfreada correria da violência que se atrela ao selvagem potro da morte, dizimando vidas, taladas em pleno alvorecer.

Paga, porém, em paciência e compaixão, o preço da tua destinação histórica, na tua condição de futura Pátria da Paz e do Evangelho de Jesus.

Isto passará, e logo depois da noite de sombra, uma aurora de esperanças irá colocar-te no lugar que te está reservado, quando poderás oferecer lições de misericórdia e de solidariedade ao mundo que não perdoa, tu que te apresentas em forma de um grande coração simbolizando a afabilidade e a doçura.

Oro por ti, Brasil, e por vós, brasileiras e brasileiros, na condição de filho que também sou da terra iluminada pela constelação do Cruzeiro do Sul.

Deodoro"

(Mal. Deodoro da Fonseca)

clip_image013

Tranquilizante
Tranquilizante

O HOMEM BIOPLÁSTICO E A IRRADIAÇÃO TRANQUILIZANTE DE DEUS!
Fotos de Mari Carmen - España

clip_image015clip_image016

Livro: Buscas e Acharás
Emmanuel & Chico Xavier
Libro: Busca yEncontrarás
Emmanuel & Chico Xavier

Não são os problemas da vida em si que nos agravam a tensão nervosa.
No sonlos problemas de la vida en sí que nos agravanla tensión nerviosa.

São as questões-satélites que nascem de nossas dificuldades para aceitá-los.
Son las cuestiones-satélites que nacen de nuestras dificultades para aceptarlos.

Quantas vezes, pervagamos na Terra, sofrendo emoções desequilibradas, diante de companheiros queridos que não desejam, por agora, o nosso modo de ser?
¿Cuántas veces, circulamos en la Tierra, sufriendo emociones desequilibradas, delante de compañeros queridos que no desean, por ahora, nuestro modo de ser?

E em quantas outras nos atormentamos inutilmente, perante obstáculos complexos que claramente não nos será possível liquidar em apenas um dia?
¿Y encuántas otras nos atormentamos inútilmente, ante obstáculos complejos que claramente no nos será posible liquidar en apenas un día?

Entretanto, observemos:
Entretanto, observemos:

• Enfermidades aparecerão sempre no mundo, pedindo tratamento e não inconformidade para as melhoras precisas;
Enfermedades aparecerán siempre en el mundo, pidiendo tratamiento y no inconformidades para las mejoras precisas;

• Entes amados em luta são telas de rotina, solicitando entendimento e não atitudes condenatórias para alcançarem o reequilíbrio;
Seres amados en lucha son telas de rutina, solicitando entendimiento y no actitudes condenatorias para que alcancenel reequilibrio;

• Erros nossos e faltas alheias fazem parte do nosso aprendizado na escola da experiência, exigindo calma e não censura para serem retificados;
• Errores nuestrosy faltas ajenas hacen parte de nuestro aprendizajeen la escuela de la experiencia, exigiendo calma y no censura para que sean rectificados;

• Tentações são inevitáveis, em todos os sentidos, nos climas de atividade indispensáveis à nossa formação de resistência, reclamando serenidade e não agitação para serem extintas.
Tentaciones son inevitables, en todos los sentidos, en los climas de actividad indispensablesa nuestra formación de resistencia, reclamando serenidady no agitación para que sean extintas.

Em todas as situações aflitivas, use a prece como sendo o nosso melhor tranqüilizante no campo do espírito.
En todas las situaciones aflictivas, use la oración como siendo nuestro mejor tranquilizante en el campo del espíritu.

E quando problemas apareçam, não se deixe arrastar nas labaredas da angústia.
Ycuando los problemas aparezcan, no se deje arrastrar en las llamaradas de la angustia.

Você pode ficar em paz.
Usted puede estar en paz.

Para isso, basta que você trabalhe e deixe Deus decidir.
Para eso, basta que usted trabaje y deje a Dios decidir.

Mensaje traducido por el GRUPO MARIA DE NAZARET de Santiago de Chile.

A NATUREZA E A PAZ PARA TODA A HUMANIDADE!

clip_image017

Dez Maneiras de Amar a Nós Mesmos

Diez Maneras de Amarnos a Nosotros Mismos

Livro: Paz e Renovação

libro: Paz y Renovación
André Luiz & Francisco Cândido Xavier

1 - Disciplinar os próprios impulsos.
1 - Disciplinar los propios impulsos.

2 - Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos.

2 - Trabajar, cada día, produciendo lo mejor que pudiéramos.

3 - Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros.

3 - Atender a los buenos consejos que trazamos para los otros.

4 - Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação.

4 - Aceptar sin rebeldía la crítica y la reprobación.

5 - Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas.

5 - Olvidar las faltas ajenas sin disculpar las nuestras.

6 - Evitar as conversações inúteis.

6 - Evitar las conversaciones inútiles.

7 - Receber o sofrimento no processo de nossa educação.

7 - Recibir el sufrimiento en el proceso de nuestra educación.

8 - Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.

8 - Callar delante de la ofensa, retribuyendo el mal con el bien.

9 - Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão.

9 - Ayudar a todos, sin exigir ningún pago de gratitud.

10 - Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.

10 - Repetir las lecciones edificantes, tantas veces como fuesen necesarias, perseverando en el perfeccionamiento de nosotros mismos sin desanimar y colocándonos al servicio del Divino Maestro, hoy y siempre.


Traducción del Grupo Espirita el Amor en Acción-España- João Cabral-ADE-SERGIPE- novembro de 2010.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

As vidas sucessivas de Emmanuel

clip_image002

Simas, Grão-sacerdote do Egito

Século IX a.C.

Grão-sacerdote do templo de Ámon-Rã em Tebas, no Egito. Foi reitor da escola de Tanis e pai da futura rainha Samura-Mat, ou Semíramis, do império da Assíria, da Babilônia, do Súmer e do Akad. Viveu no século IX antes de Cristo e sua história é descrita na obra de Camilo Rodrigues Chaves, cujo título é Semíramis: rainha da Assíria, da Babilônia e do Súmer (LAKE, 1995).1

1 Revelação do espírito do ex-presidente da União Espírita Mineira (UEM), Camilo Rodrigues Chaves, através do médium Chico Xavier, na residência de Maria Philomena Aluotto Berutto, D. Neném, na presença de diversos confrades como Zeca Machado, Adélia Machado de Figueiredo, Paulo e Wanda Noronha, Ademar Dias Duarte, Bady Elias Cury, José Martins Peralva Sobrinho e Jupira Silveira Peralva, e Arnaldo Rocha. Informação confirmada décadas adiante em conversa particular com Geraldo Lemos Neto. CHAVES, Camilo. Semírames: rainha da Assíria, de Babilônia e do Súmer. 4. ed. São Paulo: LAKE, 1995.

Cônsul Públio Cornelius Lentulus Sura

Séculos II e I a.C.

Cônsul à época de Lucius Sergius Catilina, conspirador e inimigo de Sulla e Cícero, condenado à morte no ano 63 a.C. 2 Partidário e amigo particular de Lucius Sergius Catilina, tentou apoiá-lo várias vezes a conquistar o consulato, inclusive cerrando fileiras com a parceria dos líderes democratas César e Crasso. Esperavam aprovar um projeto apresentado pelo tribuno Sérvio Rulo, que afirmava, em escala bem mais ampla, a lei agrária de Caio Graco. Tinham como inimigos a oposição do Senado e a perseverança de Marco Túlio Cícero, que acabou sendo eleito para o consulato, derrotando as pretensões da Lei de Rulo em 63 a.C. Com o inevitável, Catilina perdeu o apoio de César e de Crasso, iniciando, ao lado de Públio Lentulus Sura, uma anárquica revolta, simultânea em Roma e na Etrúria. Pretendiam o massacre dos magistrados e senadores, ateando fogo à cidade de Roma e assumindo o seu controle, enquanto os veteranos de seu aliado, Sila, marchariam da Etrúria para tomar a cidade e organizar um novo governo. Descoberta a conspiração, graças à vigorosa ação de Marco Túlio Cícero, Catilina foi expulso de Roma, enquanto os seus partidários mais diretos, dentre os quais Públio Lentulus Sura, foram presos em Roma e executados sem julgamento por proposta de Catão, o moço, apoiado por Marco Túlio Cícero e com a aprovação do Senado. Finalmente, o exército de Catilina foi derrotado e ele tombou na batalha. Públio Lentulus Cornelius Sura foi o segundo esposo de Júlia, mãe do conhecido General Marco Antônio, que, anos mais tarde, participaria do segundo triunvirato romano junto com Lépido e Otávio.3

2 Fonte: http://br.geocities.com/cepak2001br/volusiano.htm. Acesso em 21 mar 07.

3 Revelação do próprio espírito de Emmanuel, constante do primeiro capítulo do romance Há 2000 anos..., da psicografia de Chico Xavier. XAVIER, Francisco Cândido. Há 2000 anos... . Ditado pelo espírito de Emmanuel. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 1939. O texto acima foi referenciado na obra História de Roma, de M. Rostovtzeff, Capítulo 11, páginas 124-127, 5. ed., Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1983.

Senador Públio Lentulus Cornelius

época do Cristo

Senador romano que exercia funções legislativas e judiciais, de acordo com os direitos de descendência de antiga e tradicional família de senadores e cônsules da república. Unido em matrimônio com Lívia, teve dois filhos: Flávia Lentúlia e Marcus. Desencarnou no ano 79 d.C. em Pompéia, vítima da tragédia do Vesúvio. Fora o legado romano do imperador Tibério César na província da Palestina, à época das pregações de Jesus em Cafarnaum da Galiléia, comissionado para investigar as acusações de corrupção que pesavam contra o governador Pôncio Pilatos.4

4 O drama de Emmanuel está descrito por ele mesmo através da mediunidade de Chico Xavier no excelente romance Há 2000 anos....

Escravo Nestório

século II

De origem judia, apesar de nascido em Éfeso, Grécia. Criou-se às margens do Mar Egeu, onde constituiu família. Chegou a ouvir, na infância, as pregações de João Evangelista, tendo colaborado com ele na evangelização da Ásia Menor. Foi escravizado por romanos na Judéia. Tinha um filho, de nome Ciro. Ambos foram martirizados no circo romano ao tempo da perseguição aos adeptos do Cristianismo, durante reinado de Élio Adriano. Seu drama está descrito por ele mesmo através da mediunidade de Chico Xavier no magnífico romance 50 anos depois. Também o espírito de Theophorus, pela psicografia de Geraldo Lemos Neto, relata sua trajetória ao lado do apóstolo João Evangelista, no romance histórico Ignácio de Antioquia.5

5 NETO, Geraldo Lemos. Ignácio de Antioquia. Ditado pelo espírito de Theophorus. Belo Horizonte: Vinha de Luz, 2005.

Filósofo Basílio

Século III

Romano, filho de escravos gregos, pelo ano de 233 vivia em Chipre como liberto, dedicando-se a estudos filosóficos. Foi casado com a escrava Júnia Glaura, com quem teve uma filha, ambas mortas precocemente. Em Chipre, a vida lhe deu uma outra filha, Lívia, para a qual viveu até o fim de seus dias. Para criar a filha adotiva, tornou-se afinador de instrumentos musicais, transferindo-se para Marselha, onde a educou. Desencarnou supliciado em Lyon, ao tempo do governo de Treboniano Galo nas Gálias, após perseguição aos cristãos da igreja local.6

6 Vide maiores detalhes em XAVIER, Francisco Cândido. Ave, Cristo! Ditado pelo espírito de Emmanuel. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 1953.

Bispo de Reims | São Remígio

Séculos V e VI

De família nobre e religiosa, nasceu Remígio na cidade de Lyon, em 439. Inteligente, talentoso e disciplinado, foi considerado o maior orador sacro do reino dos francos pela sua especialidade em retórica. Era distinguido por sua pureza de espírito, seu grande amor a Deus e ao próximo, e pela fé ardente. Foi eleito Bispo de Reims ainda muito jovem, onde permaneceu por 60 anos, sendo considerado o apóstolo dos pagãos nas Gálias. Foi o grande conselheiro e, ao lado da rainha Clotilde, responsável pela conversão de Clóvis I, o primeiro rei dos francos, depois de suas vitórias sobre os povos da Gália, a quem disse em 496: “Abaixa a tua cabeça, oh, sicambro altivo! Adora o que queimaste e queima os que adoraste!“ Pelo seu árduo e ininterrupto trabalho de evangelização, fortaleceu os alicerces do Cristianismo no território francês. Ensinava não somente aos reis e príncipes, mas também aos camponeses e a todos os súditos do novo reinado. Desde a sua morte, em janeiro de 535, aos 96 anos de idade, foi aclamado pela população humilde como um santo. Mais tarde, considerado santo pela Igreja Católica Romana com o nome de São Remígio, teve o seu dia consagrado, o dia 3 de outubro, curiosamente o mesmo dia em que, séculos adiante, nasceria Allan Kardec, na sua mesma cidade natal de Lyon, em 1804. Em 1853, quando reconheceram o seu túmulo, seu corpo foi encontrado ainda intacto, onde até hoje é visitado na Abadia Beneditina de Reims. Entre os seus ditos e ensinos, podemos destacar como dois de seus lemas: “Sê paciente e perseverante nas provações!“ e “Sê corajoso em empreender o bem!“ 7

7 Esta reencarnação de Emmanuel foi dada em revelações do médium Chico Xavier à família de seu amigo e biógrafo Clóvis Tavares, da cidade de Campos | RJ. Fontes: www.cancaonova.com/portal/canais/santodia; www.luzdavida.org.br; http://asreligioes.com.br/religiao_pt/; http://asreligioes.com.br/religiao_pt/; www.webcatolica.com.br/aigreja/santos; www.paulinas.org.br. Acessos em 21 mar 2007.

Padre Manoel da Nóbrega

Século XVI

Nasceu em Entre-Douro-e-Minho, Portugal, no ano de 1517. Em 1541, formou-se bacharel em Direito Canônico e Filosofia na Universidade de Coimbra. Três anos depois veio para o Brasil, sob ordens da Companhia de Jesus, com a missão de proteger e converter os indígenas à fé cristã, além de fundar igrejas e seminários. Em 1552, acompanhou o governador Tomé de Sousa à capitania de São Vicente e, dois anos depois, colaborou na fundação de São Paulo. Em 1559, foi demitido do cargo de provincial no Brasil, sendo substituído pelo Padre Luís da Graça. Mesmo assim, auxiliou o governador Mem de Sá na expulsão dos franceses do Rio de Janeiro. Escreveu “Terras do Brasil”, “Cartas da Bahia e de Pernambuco”, publicadas em Veneza entre 1559 a 1570. Desencarnou no Rio de Janeiro antes de assumir o antigo posto.8

8 A reencarnação como Manoel da Nóbrega foi uma revelação do espírito de Neio Lúcio | Arthur Joviano, como consta na mensagem de 3 de agosto de 1949, psicografada na Fazenda Modelo, em Pedro Leopoldo | MG por Chico Xavier, e incluída como prefácio deste livro. As informações descritas acima, bem como a imagem da página 37 foram retiradas do site www.mundocultural.com.br/literatura1/informativa/nobrega.htm. Acesso em 21 mar 07.

Padre Damiano

Século XVII

Nascido em 1613, na Espanha. Aos 50 anos, residia em Ávila, Castela-a-Velha, oficiando na Igreja de São Vicente. À época da instauração do Santo Ofício, revelou idéias diferentes, combatendo o fanatismo da Igreja Católica e as injunções políticas da Inquisição. Acreditava na imortalidade da alma e na pluralidade das existências e, embora envergando o labor no ministério católico, abraçava, no íntimo, as premissas da Doutrina Espírita, antes mesmo de seu aparecimento, no século XIX. Desencarnou no Prebistério de São Jaques do Passo Alto, no burgo de São Marcelo, em Paris, em idade avançada.9

9 Revelação do próprio Emmanuel, constante do romance Renúncia, da psicografia de Chico Xavier. XAVIER, Francisco Cândido. Renúncia. Ditado pelo espírito de Emmanuel. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 1944.

Educador Jean Jacques Turville

Século XVIII

Educador da nobreza e prelado católico romano no período que antecede à Revolução Francesa. Viveu na região norte da França até a época do recrudescimento do Terror, quando decidiu fugir da ferocidade revolucionária, encaminhando-se para a Espanha, onde passou a viver até a morte.10

10 Revelações do médium Chico Xavier a Arnaldo Rocha.

Emmanuel, espírito integrante da

falange do Espírito da Verdade

Século XIX

Emmanuel, como espírito liberto integrante da falange do Espírito da Verdade, encarregada pelo Cristo de inaugurar no mundo o advento do Consolador, colaborou ativamente no plano espiritual na estrutura da codificação espírita de Allan Kardec, tendo, inclusive, escrito a mensagem intitulada “O Egoísmo“, inserida no item 11 do Capítulo XI de O Evangelho Segundo o Espiritismo, em que menciona a figura de Pôncio Pilatos.11

11 Revelação do médium Chico Xavier em entrevista concedida a Fernando Worm, do Rio Grande do Sul, inserida na página 170 da edição de 1997 do livro Lições de Sabedoria: Chico Xavier nos 23 anos da Folha Espírita, de Marlene Rossi Severino Nobre.

Padre Amaro, Sacerdote no Brasil

Séculos XIX e XX

Humilde sacerdote católico romano encarnado no último quartel do século XIX, no Estado do Pará, Brasil, com a finalidade de se mergulhar mentalmente na língua portuguesa contemporânea, preparando-se para a missão que lhe seria confiada no vindouro século XX. Reencarnou em abastada família paraense, de origem mulata, e depois de sagrado sacerdote dirigiu-se à cidade do Rio de Janeiro onde passou a dedicar-se à condução da pregação do Evangelho de Jesus, reunindo naquela pequena paróquia milhares de ouvintes de todos os bairros do Rio de Janeiro, que faziam questão de chegar muito cedo para ouvi-lo assentados. Nesta ocasião, travou particular conhecimento com o insígne médico Dr. Adolfo Bezerra de Menezes, com quem conversou abertamente sobre a codificação espírita. Segundo informação de Chico Xavier, ele pediu esta reencarnação por ter necessidade interior de recolhimento, para ficar esquecido das personagens de destaque que, historicamente, vinha vivenciando nas suas diversas etapas reencarnatórias, a fim de ter tempo e silêncio para meditar e estudar convenientemente o Evangelho do divino Mestre. Seu retrato, ainda há pouco tempo, encontrava-se na sacristia da referida igreja no bairro carioca de Bonsucesso. Viveu pouco na Terra, retornando à pátria espiritual nas primeiras décadas do século XX, a tempo de assumir a condução espiritual da tarefa que lhe estaria afeita por determinação de Jesus, guiando, em nome do Espírito da Verdade, a missão psicográfica do médium Francisco Cândido Xavier, em Pedro Leopoldo | MG, para quem aparece, inicialmente, em 1931. No livro Notáveis reportagens com Chico Xavier, de Hércio Marcos Cintra Arantes, IDE, capítulo 32, páginas 183-184, há uma interessante mensagem psicografada por Chico, em 15 de maio de 1934, em que o benfeitor Emmanuel relata a sua própria desencarnação nesta época, com sua conseqüente chegada ao Mundo Maior.12

12 Revelação feita pelo médium Chico Xavier em conversa particular com Geraldo Lemos Neto e também com os amigos Clóvis e Hilda Tavares, da cidade de Campos | RJ, e Suzana Maia Mousinho, da cidade do Rio de Janeiro. A referida mensagem encontra-se reproduzida à página 55 da obra Deus conosco, com mensagens de Chico Xavier | Emmanuel nas décadas de 30 a 50, organizadas por Wanda Amorim Joviano e Geraldo Lemos Neto. (VINHA DE LUZ, 2007)

Emmanuel, espírito responsável pela obra mediúnica de Chico Xavier

Século XX

“Quem é Emmanuel? Se alguém ainda, no Brasil, articular esta pergunta, nestas páginas despretensiosas encontrará singela, embora naturalmente incompleta, resposta. Emmanuel é o nobre espírito responsável por um grande trabalho missionário na pátria do Evangelho. É o guia espiritual do médium Francisco Cândido Xavier, o universalmente famoso Chico Xavier, o humilde Chico, que está no coração agradecido de todos os espiritistas brasileiros e ainda além de nossas fronteiras. Esse trabalho fecundo - todos de relevante e inegável valor, doutrinário e literário, devemos ao dinamismo espiritual de Emmanuel.13 É a realidade da grande missão do livro mediúnico espírita, sob a esclarecida liderança do nobre benfeitor! Alma profundamente possuída de espírito evangélico, Emmanuel tem prodigalizado, através de inúmeras formas de amparo espiritual, conforto e esclarecimento a legiões de criaturas aflitas e torturadas. Coração generoso, sabe repartir-se continuamente, na ubiqüidade do amor e da simpatia, atendendo aos sofredores que o buscam. Polígrafo admirável, aí estão seus esplêndidos livros – (...) – que seu filho espiritual psicografou, sobre os mais variados temas, em feliz abordagem dos mais complexos e transcendentes assuntos, num estilo diáfano e comunicativo, entre belezas de simplicidade e sentimento. Sábio condutor de almas, sua palavra de luz se tem dirigido, sem distinções, a todos os que lhe batem à porta do coração, em dádivas de paz, de esclarecimento e bom-ânimo, na univocidade do espírito evangélico. Emmanuel é o bondoso e sábio instrutor espiritual que superintende o vasto movimento de espiritualidade iniciado no Brasil com o despontar das faculdades mediúnicas de Chico Xavier. Talvez nem todos calculem quanto lhe deve o Brasil Espírita, por desconhecerem os ascendentes que estruturam as atividades dos missionários da Luz junto ao médium Xavier. Emmanuel é o responsável perante a hierarquia espiritual que nos governa, por todo o trabalho mediúnico que se iniciou em Pedro Leopoldo e continua, fecundo como sempre, em Uberaba. É ele o supervisor, o coordenador de toda a obra literário-mediúnica de Chico Xavier. Foi ele quem, no início dos anos 30, reuniu seleta plêiade de nossos bardos, que provocaram o grande impacto no ambiente cultural do Brasil com o inconfundível Parnaso de Além-Túmulo, fenômeno que se repetiu em 1962 com a não menos maravilhosa Antologia dos Imortais. Foi Emmanuel quem nos restituiu o admirável cronista Humberto de Campos, redivivo, com suas mensagens, suas reportagens do Além, seu admirável Boa Nova, seu Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho e suas iluminadas páginas sob a chancela do Irmão X. Ao magnânimo benfeitor, devemos essa obra portentosa, de indescritível beleza, que é Falando à Terra, em que podemos ouvir os apelos e as advertências de grandes espíritos. Foi ele quem projetou essa fascinante obra de revelação espiritual das esferas invisíveis que nos envolvem o planeta, confiada à inteligência brilhante de André Luiz, que vem trazendo com seus livros, numa inestimável contribuição à obra iniciada por Allan Kardec, obra de iluminação da consciência humana. A ele, alma de escol, ao seu espírito de organizador, de autêntico chefe espiritual, devemos a beleza, a luz, a pureza ortodoxa da prodigiosa produção mediúnica do fidelíssimo Chico Xavier, em que têm cooperado centenas de obreiros espirituais, desde as primeiras revelações do além-túmulo, orvalhadas pelas lágrimas maternais de Maria de São João de Deus até os poemas cheios de ternura de Auta de Souza, Maria Dolores, Meimei, Francisca Clotilde, Irene Souza Pinto. A ele ainda, à sua esclarecida visão dos mais conturbadores ou silenciosos problemas humanos, é devido o atendimento a multidões de necessitados e a infindáveis fileiras de sofredores, beneficiados pela aproximação de laços afetuosos do “outro lado da vida”, através de mensagens confortadoras e inconfundíveis de corações amigos, ou por socorros espirituais de várias espécies. Foi esse magnânimo e sábio espírito que apresentando-se com o nome de Emmanuel apareceu numa tranqüila tarde dominical de Pedro Leopoldo, no ano de 1931, a um jovem de vinte anos tímido, puro, sincero, para dar início a uma grande missão.”

Clóvis Tavares

13 A bibliografia mediúnica de Francisco Cândido Xavier, à época do lançamento do livro Deus conosco, constava de 437 volumes. Atualmente, (junho de 2008), consta de 439 títulos. O texto acima é parte integrante da obra Amor e Sabedoria de Emmanuel, de Clóvis Tavares. (IDE, 1996)

Nova reencarnação

Século XXI

“Conforme atestam várias pessoas que conviviam na intimidade com o médium Chico Xavier, por afirmativas dele mesmo, o espírito do benfeitor Emmanuel já está entre nós, na face da Terra, pela via da reencarnação. Um destes depoimentos, da Sra. Suzana Maia Mousinho, presidente e fundadora do Lar Espírita André Luiz (LEAL), de Petrópolis | RJ, amiga do médium desde 8 de novembro de 1957, Francisco Cândido Xavier lhe confidenciou detalhes sobre a reencarnação de Emmanuel, que voltaria à Terra no interior do Estado de São Paulo, no seio da família constituída pelo casal D. Laura e Sr. Ricardo, personagens do livro Nosso Lar, de André Luiz. Tempos depois, novamente o estimado médium Chico Xavier tornou a tocar no assunto em pauta com D. Suzana, afirmando ter presenciado o retorno à vida física de seu benfeitor no ano de 2000, vendo, então, confirmadas as previsões espirituais a respeito. Este fato está em sintonia com depoimentos públicos do médium mineiro em três ocasiões distintas, veiculados em dois de seus livros publicados, a saber:

a) no livro Entrevistas, (IDE, 1971), quando, respondendo à questão 61, sobre a futura reencarnação de Emmanuel, Chico Xavier disse: “Ele (Emmanuel) afirma que, indiscutivelmente, voltará à reencarnação, mas não diz exatamente o momento preciso em que isso se verificará. Entretanto, pelas palavras dele, admitimos que ele estará regressando ao nosso meio de espíritos encarnados no fim do presente século (XX), provavelmente na última década“;

b) também no livro A Terra e o Semeador, (IDE, 1975), quando, respondendo à pergunta de número 33, Chico Xavier disse: “Isso tem sido objeto de conversações entre ele (Emmanuel) e nós. Ele costuma dizer que nos espera no Além, para, em seguida, retornar à vida física.”; e

c) assim também vamos observar outra confirmação de Chico sobre o assunto no livro organizado pela Dra. Marlene Nobre, e editado em 1997 pela Folha Espírita, cujo título é Lições de Sabedoria, que traz à página 171 da segunda edição a pergunta de Gugu Liberato a Chico Xavier: “É verdade que o espírito Emmanuel, que lhe ditou a base do Espiritismo prático no Brasil, se prepara para reencarnar?” Ao que Chico respondeu: “Ele diz que virá novamente, dentro de pouco tempo, para trabalhar como professor.”

Também uma vez, conversando comigo em Uberaba, e falando sobre a volta de Emmanuel, Chico nos confidenciou: “Geraldinho, o nosso compromisso, meu e de Emmanuel, com o Espiritismo na face da Terra tem a duração de três séculos e só terminará no final do século XXI.” 1

Outro depoimento público acerca da reencarnação do seu benfeitor Emmanuel encontra-se no duplo DVD “Chico Xavier Inédito – de Pedro Leopoldo a Uberaba”, organizado por Oceano Vieira de Melo e lançado em 2007 pela Versátil. No segundo DVD estão reunidos vários testemunhos de 2007, entre eles o do confrade Dr. Elias Barbosa, de Uberaba, que declara textualmente: “Eu me lembro dele (Chico) falar uma vez, e para todo mundo, não foi só para mim não, que quando ele desencarnasse o Emmanuel iria reencarnar. Isto é o que ele falou: “O nosso Emmanuel, gente, vai voltar! Está só à espera de eu partir...

Como sabemos que Chico Xavier, no fim da sua vida física, tinha recebido uma extensão de tempo, concretizada numa nova moratória, permanecendo, por isso, mais tempo entre nós, segue outro depoimento, bastante esclarecedor, e que, por causa disso mesmo, se reveste da maior importância: D. Suzana Maia Mousinho e sua nora, D. Maria Idê Cassaño Mousinho, contaram que Chico Xavier lhes revelara, em outubro de 1996, que a filha da D. Maria Idê estava grávida e que as duas em breve seriam respectivamente bisavó e avó. Chico acrescentou ainda que o espírito de Emmanuel se tinha empenhado pessoalmente, em conjunto com o benfeitor espiritual do LEAL, Wilton Ramos Oliva, na selecção das características genéticas da futura criança (Carlos Augusto), para lhe garantirem sucesso na reencarnação. Este ato do espírito de Emmanuel – segundo Chico Xavier lhes explicou – tinha sido o último dele na crosta terrestre, pois a partir daí (fins de 1996), Emmanuel subira aos planos mais altos da vida espiritual para, durante aproximadamente dois anos, se preparar para a sua própria reencarnação, a fim de regressar à vida física no início do século XXI.

Por último, aqui deixamos o testemunho de Sônia Barsante, residente em Uberaba |MG e freqüentadora do Grupo Espírita da Prece, de Chico Xavier, que contou que num determinado dia do ano 2000, estando ela e outros companheiros reunidos com Chico, este se tinha ausentado em transe mediúnico durante alguns instantes. Ao regressar, contou-lhes alegremente que tinha ido em desdobramento espiritual até uma cidade do Estado de São Paulo visitar um bebê, que era o espírito de Emmanuel, já reencarnado. E rematou dizendo a todos os que estavam presentes: “Vocês ainda vão reconhecê-lo!”

1 Nota da Editora: texto retirado do livro Sementeira de Luz, da nota explicativa ao pé do Prefácio Espiritual, elaborada pelo editor do Vinha de Luz - Serviço Editorial, Geraldo Lemos Neto, à página 21 da primeira edição. Vide dados tipográficos da referida obra em Bibliografia Indicada, à página 597.

Texto retirado da obra Deus conosco, de Francisco Cândido Xavier, com mensagens de Emmanuel, organizadas por Wanda Amorim Joviano e Geraldo Lemos Neto, 2.ed., 2008, p.43-45 (VINHA DE LUZ).

terça-feira, 16 de novembro de 2010

As Diferenças entre Religião e Espiritualidade

A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer, querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.
A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: "aprende com o erro".
A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e portanto é Deus.
A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.
A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de União.
A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.
A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência.
A religião se ocupa com fazer.
A espiritualidade se ocupa com Ser.
A religião alimenta o ego.
A espiritualide nos faz Transcender.
A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.
A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.
A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa Consciência.
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.
A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em Nosso Interior durante a vida.

EVANGELHO E SIMPATIA

clip_image001

"Em todas as passagens do Evangelho, perante o coração humano, sentimos no Senhor o campeão da simpatia, ensinando como sanar o mal e construir o bem....”


EVANGELHO E SIMPATIA
Emmanuel
Francisco Cândido Xavier

Do apostolado de Jesus, destaca-se a simpatia por alicerce da felicidade humana.
A violência não consta da sua técnica de conquistar.
Ainda hoje, vemos vasta fileira de lidadores do sacerdócio usando, em nome dEle, a imposição e a crueldade; todavia, o Mestre, invariavelmente, pautou os seus ensinamentos nas mais amplas normas de respeito aos seus contemporâneos.
Jamais faltou com o entendimento justo para com as pessoas e as situações.
Divino Semeador, sabia que não basta plantar os bons princípios e sim oferecer, antes de tudo, à semente favoráveis condições, necessários à germinação e ao crescimento.
Certo, em se tratando do interesse coletivo, Jesus não menoscaba a energia benéfica.
Exprobra o comercialismo desenfreado que humilha o Templo, quanto profliga os erros de sua época.
Entretanto, diante das criaturas dominadas pelo mal, enche-se de profunda compaixão e tolerância construtivas.
Aos enfermos não indaga quanto à causa das aflições que os vergastam, para irritá-los com reclamações.
Auxilia-os e cura-os.
Os apontamentos que dirige aos pecadores e transviados são recomendações doces e sutis.
Ao doente curado do Tanque de Betesda, explica despretensioso:
_ Vai e não reincidas no erro para que te não aconteça coisa pior.
À pobre mulher, apedrejada na praça pública, adverte, bondoso:
_ Vai e não peques mais.
Não indica o inferno às vitimas da sombra. Reergue-as, compassivo, e acende-lhes nova luz.
Compreende os problemas e as lutas de cada um.
Atrai as crianças a si, compadecidamente, infundindo nova confiança aos corações maternos.
Sabe que Pedro é frágil, mas não desespera e confia nele.
Contempla o torvo drama do espírito de Judas, no entanto, não o expulsa.
Reconhece que a maioria dos beneficiários não se revelam à altura das concessões que solicitam, contudo, não lhes nega assistência.
Preso, recompõe e orelha de Malco, o soldado.
À frente de Pilatos e da Ántipas, não pede providências suscetíveis de lançar a discórdia, ainda mesmo a título de preservação da justiça.
Longe de impacientar-se com a presença dos malfeitores que também sofreram a crucificação, inclina-se amistosamente para eles e busca entendê-los e encoraja-los.
Á turba que o rodeia com palavrões e cutiladas envia pensamentos de paz e votos de perdão.
E, ainda além da morte, não foge aos companheiros que desertaram. Materializa-se, diante deles, induzindo-os ao serviço da regeneração humana, com o incentivo de sua presença e de seu amor, até ao fim da luta.
Em todas as passagens do Evangelho, perante o coração humano, sentimos no Senhor o campeão da simpatia, ensinando como sanar o mal e construir o bem. E desde a Manjedoura, sob a sua divina inspiração, um novo caminho redentor se abre aos homens, no rumo da paz e da felicidade, com bases no auxílio mútuo e no espírito de serviço, na bondade e na confraternização.

(Do livro "Roteiro", pelo Espírito Emmanuel, Francisco Cândido Xavier)
NOTA: O link abaixo contém a relação de livros publicados por Chico Xavier e suas respectivas editoras:
http://www.institutoandreluiz.org/chicoxavier_rel_livros.html

clip_image002Atenção: "2010 - Evangelizando Corações" termina em 10/12/2010.

 


Realização:
Instituto André Luiz
SITE: http://www.institutoandreluiz.org/
LISTA: http://br.groups.yahoo.com/group/instituto_andreluiz/
BLOG: http://institutoandreluiz.blogspot.com/

 

Imagem:
"Jesus Christ Healing The Sick At Bethesda", by Art Book
ONLY NON-COMMERCIAL USE

 

clip_image002[1]

Ao repassar/republicar, favor conservar os créditos.
Exclusivamente para uso não-comercial.

By passing on /republish, please keep the credits.
Exclusively for non-commercial use.

 

Entrar no grupo: instituto_andreluiz-subscribe@yahoogrupos.com.br
Sair do grupo: instituto_andreluiz-unsubscribe@yahoogrupos.com.br
Contato Moderação: recepcao_instituto@globo.com