Seguidores

domingo, 8 de agosto de 2010

Olha o tamanho DELES ... !!!

As pessoas quando se deparam com algo inexplicável, se “borram nas calças” ou inventam histórias mal interpretadas. Isso cria o tal famoso “Mito”.
MITO:
1. Personagem, fato ou particularidade que, não tendo sido real, simboliza não obstante uma generalidade que devemos admitir.
2. Coisa ou pessoa que não existe, mas que se supõe real.
3. Coisa só possível por hipótese; quimera.
A Mitologia foi criada pela falta de compreensão e assim, “deus” foi criado pela Mitologia.
Com toda essa falta de compreensão, só poderíamos ter criado “as crenças”. Das crenças nasceu a “FÉ” que é o ato de crer sem comprovar ou constatar. A FÉ é uma crença CEGA ou MANCA por assim dizer ...
Bom, já estamos familiarizados com a palavra ANUNNAKI, certo ???
Anunnaki significa “Aqueles que desceram dos céus” na língua Suméria (Lembra do: Pai nosso que estais no céu [ ??? ]). Para os hebreus eram osNefilim, Elohim e para os egípcios antigos, Neter.
Quando as tábuas de argila foram encontradas em meados do século 19, ao traduzirem suas escrituras, tudo ali parecia uma “viajem na maionese” total. O historiador e lingüista, Zecharia Sitchin, especialista em traduções de tabletes cuneiformes apresentou ao mundo essas traduções, porém uma forte crença já pré-estabelecida, enraizada pelos paradigmas religiosos que deu apenas FÉ cega às pessoas criando um deus impiedoso que castiga, julga e condena,  não “conseguiu” aceitar e suportar uma teoria nova sobre a criação humana. Daí chamaram de coisa do capeta, diabo e etc ... Mistificaram e contribuíram muito para a desinformação e distorção do assunto.
Já os cientistas da época, entorpecidos pelos paradigmas newtonianos rotularam essa teoria de Mitologia teológica. Ah! Eles inventavam "deuses" para adorar e tal. [ Hum... sei ...]
Mas, se era Mito como poderiam conter informações EXATAS sobre genética, Astrologia e Astronomia ???
Como podiam saber detalhes sobre Urano e Netuno (inclusive descrevem as colorações de ditos planetas), onde só descobrimos depois da missão Voyager ??? Como podiam saber sobre Plutão que só foi descoberto em Fevereiro de 1930 ???
Os Sumeriamos SABIAM a milhares de anos a.C. o que a nossa "avançada" ciência acaba de descobrir.
Na Assíria e Babilônia antiga a língua falada era o “Acádio”. Nas tábuas de argila das escrituras Cuneiformes Acadianas, são mencionadas inúmeras vezes a palavra “ILU”. Essa palavra "ILU" tem sido freqüentemente mal traduzida como "deuses".
A premissa de que “ILU" significa “deuses" é falsa, pois na linguagem Acadiana antiga, essa palavra significa literalmente “Seres Altos”.
Ah! Mas podemos constatar isso empiricamente ??? SIM !!! Você ainda não viu ??? Então vai pesquisar ...

Deixo agora algumas imagens pra te fazer refletir ...

Olha só a diferença de tamanho entre essas "pessoas". Inclusive suas cabeças com crâneos alongados.

Olhe na foto abaixo o "cara" sentado. Pense ... se esse "cara já é maior que os demais sentado, imagina quando ele se levantar ...???

Olha só os filhos dos "deuses" aí ... cabecinha estranha não ?

Enki = Senhor (Pai) da Terra. Enlil = Senhor (Pai) do ar.

EN = Senhor, Lorde (Pai).
KI=Terra.
LIL = Vento, Ar.
AN ou ANU = Céu.
As Tabuinhas dizem que Enki eNinkharsag eventualmente descobriram a "mistura" certa que tornou-se o primeiro Homo Sapiens, um ser que os Sumerianos chamaram de LU.LU (O que foi misturado - [genéticamente]). Este é o “Adão” bíblico.
LU.LU era um híbrido genético, a fusão do homo erectus com genes dos deuses para criar um escravo.

As traduções incorretas da Bíblia e a linguagem simbólica tomada literalmente têm devastado o significado original e nos oferecido uma estória de fantasia. Gênese e Exodus foram escritos por uma classe sacerdotal hebraica, os Levitas, depois que eles foram levados para Babilônia por volta de 586 a.C.
A Babilônia situava-se nas terras que anteriormente eram a Suméria e deste modo os babilônios, e conseqüentemente os Levitas, sabiam sobre as estórias e registros Sumerianos. Foram desses arquivos que esmagadoramente os Levitas compilaram Gênese e Exodus.

O Velho Testamento é um exemplo clássico de reciclagem religiosa que tem gerado todas as religiões. Desta maneira quando você procura pelo significado original do Gênese e da estória de Adão você tem que voltar para os registros Sumerianos para perceber como a estória tem sido adulterada.

DNA Anunnaki – “Cromossomos Recessivos”.

“...Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o Senhor: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos. Havia naqueles dias GIGANTES na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama." - Genesis 6:1-4.

Giants of the old World


Referencias para Pesquisa:
http://www.bibliotecapleyades.net/sumer_anunnaki/anunnaki/anu_13a.htm
http://fatosufologicos.wordpress.com/2010/04/14/anunnaki/
http://www.galactic-server.net/KJOLE/NCCA/anunnaki.html
http://www.darkstar1.co.uk/darkstarespanol.htm
http://www.rolfkenneth.no/Sitchin-Nibiru-ZetaTalk-English.html
http://bloglaurabotelho.blogspot.com/2008/03/coitado-virou-poeta.html
http://www.scribd.com/doc/4652241/Zecharia-Sitchin-Genesis-Revisitado
http://osnefilins.tripod.com/