Seguidores

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Abdução Urandir Fernandes de Oliveira - 2002- BRASIL

VEJAM O FILME – MUITO INTERESSANTE

Descrição: Em 2002 no dia 15 de setembro, por volta das 19:30, Urandir Fernandes de Oliveira foi abduzido de seu quarto.

Dúvidas:
O caso é polêmico no meio ufológico, porém, foi estudado no meio científico deixando muitas conclusões surpreendentes..

Tipo de Energia: Transporte Desconhecido

Tecnologia: Tele-transporte, pré-programado e com vestígios

Abdução Urandir Fernandes de Oliveira - 2002- BRASIL

FAZENDA-BOASOERTE

Local: Corguinho, MS - Brasil

Em 2002, no dia 15 de setembro, por volta das 19:30, Urandir Fernades de Oliveira foi abduzido de seu quarto. É o primeiro caso na história da Ufologia onde provas físicas foram deixadas pelas Inteligências Extraterrestres  envolvidas na abdução.

cama-abducao

A abdução deixou marcas na cama onde Urandir estava deitado, na hora em que o fato aconteceu, e no teto também. Interessante notar que um dos braços de Urandir estava estendido pois ele estava lendo um livro no momento da abdução.

A abdução foi pesquisada extensivamente e exclusivamente pela famosa jornalista e pesquisadora americana Linda Moulton Howe, dando a devida importancia ao caso, se deslocou para o local da ocorrência, no municipio de FAZENDA BOA SORTE Corguinho no Mato Grosso do Sul.

teto-abducao

Suas conclusões são surpreendentes e muito valiosas, porém, foram muito perseguidas por segmentos da Ufologia que do caso nada sabem, pois nunca se deram o trabalho de fazer uma investigação ou pelo menos prestaram atenção ao detalhado e meticuloso trabalho da Linda Moulton Howe, que afinal de contas, é uma pesquisadora de fama mundial.

Vemos a marca do braço na cama e no teto.

linda-coletando

Vemos a jornalista e pesquisadora Linda Moulton Howe fazendo seu trabalho de investigação do caso no local onde ocorreu a abdução, colhendo material para suas análises.

Quem é Linda Moulton Howe :

Escritora diretora e produtora de documentários para televisão, tem mestrado na universidade de Stanford focado em ciência medicina e meio-ambiente.

Com suas produções ela já recebeu 3 premiações EMMYS AWARDS comparados ao OSCAR dos documentários. Com seu trabalho de reportagens investigativas ela circula pelo mundo enviando suas matérias para rádios de costa a costa america e no seu site,http://www.Earthfiles.com.

Também já produziu nos canais:
History channel
Discovery channel
The World of Chemistry for PBS
Paramount Studios

Maiores Informações aqui

linda-amostras2

Ela foi a única pesquisadora que esteve pessoalmente no local, fazendo sua busca por provas da abdução e entrevistando o Urandir Fernandes de Oliveira.

linda-e-urandir

Ao lado Linda Moulton Howe entrevistando Urandir Fernandes de Oliveira em Corguinho.

desenho-ufo

Desenho original feito por Urandir Fernandes de Oliveira descrevendo a nave que o abduziu.

desenho-alien

Outro desenho original feito por Urandir Fernandes de Oliveira durante a entrevista a pesquisadora Linda Moulton Howe descrevendo o Ser Extra-Terrestre das Plêiades com quem ele interagiu dentro da nave.

Ele tinha por volta de 2m30cm de altura, cabelos louros olhos azuis e a pupila vertical, como a dos gatos.

abducao-algodao

Foto ao lado é um close-up feito no laboratório de analises têxteis no USA onde mostra claramente o detalhe dos fios de poliéster vitrificados e os de algodão intactos. Lembrando que o poliéster derrete a 250° C e o algodão a 148° C. Essa diferença de 100°C não afetou o algodão!!!!

herbert

Participaram na pesquisa

Prof. Herbert J Barndt

Diretor do Laboratório de Testes Grundy

Faculdade de Tecnologia Têxtil e de Materiais

Universidade da Philadelphia

Philadelphia, PA. USA

philadelphia-campus

gomar

Prof. Omar Gomaa (Geólogo)

Professor do Departamento de Ciências Geofísicas e Ambientais

Hayden Hall

Universidade da Pennsylvania - USA

university_of_Pennsylvania

 

Esta é a primeira vez que o caso é apresentado pelos protagonistas da investigação. Os pesquisadores do Projeto Portal Pesquisa Ufológica altParacientífica Luciano Didier e Felipe Castelo Branco.