Seguidores

domingo, 11 de outubro de 2009

O MISTÉRIO DA TUMBA KV5


"Esses laboratórios subterrâneos serviam, obrigatoriamente, à ciência egípcia, à biologia, à tanatologia e à magia. Era no subsolo, inacessível aos profanos, que dormiam os verdadeiros segredos dos faraós"

(Jean-Louis Bernard - As origens do Egipto)

Vale dos Reis, situado a Oeste do Nilo e local do repouso eterno dos mais expressivos soberanos do Antigo Egito. Local onde, mas só teoricamente, "nada mais restaria a ser encontrado uma vez que todos os seus suntuosos túmulos já teriam sido descobertos, mapeados e devidamente escavados". Ledo engano! Tudo nos prova que ainda resta muita coisa a ser descoberta, muita coisa mesmo! Coisas espantosas e além de tudo revolucionárias, assim como ESSA que você vai ver logo a seguir:

A TUMBA PERDIDA - A MAIOR DESCOBERTA NO VALE DOS REIS DESDE TUTANKHAMON - diz o título desse livro, que tem como autor o Dr. Kent Weeks, cientista, arqueólogo, Professor de Egiptologia da American University no Cairo, Diretor do The Theban Mapping Project e também o autor da sensacional descoberta que certamente irá abalar profundamente todos os conceitos religiosos e históricos - abraçados e tidos como aceitos desde milênios pela nossa humanidade:

Precisamente a tumba KV5, intocada há milênios sem conta e situada bem ao lado de várias outras que, por sua vez, já foram totalmente escavadas!

Na foto, a entrada para tumba KV5, diante da qual por durante séculos centenas de arqueólogos passaram e não se deram conta da sua presença, sem saber que poderiam estar bem próximos do maior e mais fantástico tesouro arqueológico de todos os tempos. Um inestimável tesouro, não composto por ouro, pedras preciosas ou maravilhosos sarcófagos, mas, sim, contendo a mais revolucionária revelação histórica e arqueológica de todos os tempos!

Além de ser a maior de todas as tumbas subterrâneas jamais descoberta, contendo VÁRIOS NÍVEIS sustentados por imensos pilares e mais de 200 compartimentos, ou câmaras, ali estavam enterrados os filhos de RAMSÉS II, soberano da Décima Nona Dinastia - aquele que foi o maior e o mais poderoso soberano do Antigo Egito!

Ramsés II - aqui visto ao lado da sua esposa favorita, Nefertari, representados em uma colossal estátua em exposição no Museu do Cairo, foi o soberano que mais tempo reinou no Antigo Egito, precisamente 67 anos, tendo sido o responsável por grandes campanhas militares e, ainda, pela construção dos maiores e mais suntuosos templos e monumentos daquela época.

Como, por exemplo, o espetacular complexo arquitetônico de Abu Simbel, em Assuã, ao sul do Egito!

Além de grande empreendedor e conquistador militar, Ramsés II foi também aquele faraó que teve a vida mais longa, morrendo por volta dos 90 anos e deixando uma grande descendência. Um grande "desportista", teve nada menos que 200 mulheres e 150 filhos, muitos dos quais se perderam nos corredores da História, não nos deixando, portanto, quaisquer registros sobre as suas vidas ou feitos.

Porém, a Tumba KV5 estava destinada a mudar essa situação, uma vez que no seu interior foram encontrados (a princípio), quatro esqueletos pertencentes a alguns dos FILHOS do grande soberano. Na foto, uma estátua de Osiris, o deus da morte e Senhor da Eternidade, guarda a entrada da interminável sucessão de câmaras daquela espantosa e colossal edificação subterrânea.

Aqui, uma visão do vasto complexo da KV5, sem igual - e também sem qualquer tipo de comparação - a qualquer outra estrutura arqueológica funerária descoberta no Egito. Um espantoso complexo arquitetônico jamais sonhado pelos arqueólogos! Enfim, uma fantástica obra de Engenharia elaborada na rocha bruta......

...... Onde as escavações iniciais revelaram no seu interior a presença de quatro esqueletos!

E dos quatro esqueletos lá encontrados, havia um deles que particularmente interessaria ao Dr. Weeks - precisamente aquele contendo a inscrição do nome AMUN-HER-KHEPESHEF ("O Braço Forte de Amon", ou ainda, "Amon Está na Sua Mão Direita"), declarando-o como "O PRIMOGÊNITO DE RAMSÉS II".

Na foto, o Dr. Weeks e seu assistente examinam alguns dos inúmeros artefatos também encontrados na tumba.

Mas quem teria sido exatamente AMUN-HER-KHEPESHEF, além de ter sido o Primogênito de Ramsés II? A única resposta mais concreta está no magnífico e suntuoso Templo de Abu-Simbel, bem longe dali por sinal, onde um mural mostrando-o em batalha o distingue com o título de "Comandante-em-Chefe dos Exércitos de Seu Pai, Ramsés II".

Porém, o fato de ter sido o PRIMOGÊNITO DE RAMSÉS, levou o Dr. Weeks a examinar mais detidamente os fragmentos do seu crânio (foto), submetendo-o a diversos exames - todos eles levados a efeito por parte dos maiores especialistas forenses mundiais.

Algo, porém, intrigava o Dr. Weeks: o crânio de AMUN-HER-KHEPESHEF apresentava as marcas de um estranho ferimento. Os exames comprovaram que na ocasião da morte deste homem, o PRIMOGÊNITO DE RAMSÉS II, sua idade oscilava por volta dos 30 anos e esse ferimento fora certamente causado EM BATALHA, tendo sido inclusive uma das causas da sua morte devido a uma forte hemorragia craniana.

Na imagem acima, a reconstituição inicial rosto de AMUN-HER-KHEPESHEF elaborada pelos cientistas forenses. (IMAGEM: Discovery Channel)

Haveria então alguma semelhança com Ramsés II, cuja múmia muito bem preservada acha-se atualmente em exposição no Museu do Cairo (foto)? Fez-se, pois, necessário perturbar ainda uma outra vez o repouso eterno do grande soberano, obtendo-se assim detalhados exames do seu crânio para fins comparativos......

....... E este foi o resultado obtido pela Ciência Forense, especialista na reconstituição virtual de faces através dos respectivos crânios: Sim, assim foram os rostos de Ramsés II, quando morreu por volta dos 90 anos, e o do seu filho PRIMOGÊNITO, AMUN-HER-KHEPESHEF, este por sua vez, quando morrera MUITO JOVEM por volta dos seus 30 anos de idade. O mesmo se deu com os outros três crânios examinados e igualmente encontrados na KV5. Através das características faciais indiscutíveis, todos provaram realmente ser de alguns dos inúmeros filhos "perdidos" de Ramsés II. (IMAGENS: © Discovery Channel)

E mais uma vez a moderna e muito precisa Ciência Forense acertou em cheio! Compare o resultado mostrado na imagem anterior através dessa milenar figura egípcia de AMUN-HER-KHEPESHEF. Surpreendente, não? Há, porém, coisas ainda mais surpreendentes e reveladoras envolvidas nessa sensacional descoberta da Tumba KV5. Continue, portanto, conosco na seqüência dessa página.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI