Seguidores

sábado, 19 de setembro de 2009

O VALE DAS MÚMIAS DOURADAS


"Adormecida pouco a pouco, na múmia e na sepultura, a "sombra" só acordará da sua insólita letargia se ladrões ou egiptólogos libertarem a múmia das suas ligaduras. Então, tal como um invisível vampiro, a "sombra" partirá em busca de fluidos humanos que mantenham a sua duvidosa existência. Ao eternizar o nome da múmia, por meio de ritos, os sacerdotes estabilizavam, para sempre, "ka, shut e khaibit", isto é, as entidades surrealistas que saíram deste nome paralelamente ao "eu". A destruição da múmia-suporte nada mudará. Para quebrar o encanto seria necessário um ritual em palavras egípcias e a sua rigorosa entonação, o que hoje é impossível"

(Jean-Louis Bernard)

Conforme já vimos na página anterior, no Oásis de Bahariya - situado a cerca de 380 quilômetros a oeste das pirâmides do Cairo e em plena vastidão do deserto egípcio - foram encontradas as mais estranhas sepulturas subterrâneas e secretas de toda a História - Uma sensacional descoberta, somente comparável, ou talvez muito superior, ao encontro da múmia do faraó Tutankhamon no Vale dos Reis por Howard Carter no início do século XX!

Até o momento já foram descobertas cerca de duas centenas de múmias e sarcófagos, e o total estimado pode alcançar, ou talvez ultrapassar, 10 mil! E as escavações estão apenas começando! (Foto: ABRAMS)

Nesta foto (ABRAMS) o Dr. Zawi Hawass junto a uma dessas cavernas, bloqueada por entulhos. O próprio Dr. Hawass declarou que este espantoso mausoléu coletivo estava protegido por uma estranha camada de um misterioso pó amarelo, disposto no solo e emanando um odor fortíssimo, que ao ser profanado pela primeira vez elevou uma enorme nuvem que segundo suas palavras " - Me fazia sentir como se estivesse sendo atacado por flechas de fogo, não podia respirar". Certamente uma das chamadas "maldições", uma forma de proteção que sobreviveu aos milênios sem conta e talvez esteja ainda hoje atuante de modo a fazer as suas vítimas!

Aqui, uma espantosa visão das múmias enfileiradas nos seus sepulcros coletivos, devidamente protegidas pelos envoltórios especiais colocados pela equipe do Dr. Hawass, nesta foto de sua autoria.

No interior dessas estonteantes galerias, enfileiram-se as centenas de múmias desconhecidas.

E onde quer que se escavem surgem sarcófagos às dezenas, parecem mesmo brotar de todos os lados!!! E porquê exatamente os colocaram tão longe e tão separados do restante da antiga civilização egípcia, em um lugar inóspito, onde somente o mais feliz dos acasos (como foi exatamente o que levou a essa incrível descoberta) poderia tê-los encontrados, intactos, muitos milênios depois da esquecida época em que ali foram piedosamente depositados?

E curiosamente, nem todas essas múmias estão acondiconadas em sarcófagos em ouro. Algumas delas estão separadas, colocadas em ninchos escavados na rocha.

E você observou bem a múmia mostrada acima? Pois então, façamos uma pequena experiência: vamos inverter a posição do seu rosto e colocá-lo em negativo. O que vemos? Uma criatura totalmente fora dos padrões, não somente egípcios como também terrestres!!!

Nesta foto, o Dr. Hawass examina alguns dos inúmeros sarcófagos. E certamente existirão muitos outros, uma vez que o atônito Dr. Hawass fez a si mesmo a seguinte pergunta: - O que mais repousa além dessas paredes? Temos que esperar pela próxima estação para procurar, porém não espero nada menos do que o espetacular!

A maioria desses sarcófagos é elaborada no mais puro ouro! Aqui o Dr. Hawass procede a limpeza e examina um deles.

As estátuas de estranhas divindades, que apesar de guardarem notáveis semelhanças com as egípcias são bastante diferentes, espalham-se também por alguns setores desse impressionante e fantasmagórico labirinto do passado!

Aqui, mais dois sarcófagos em ouro, mostrando estranhos rostos humanos - também de uma tipologia totalmente diferente da egípcia, notadamente o da direita. Que estranha raça terá sido essa, que certamente influenciou em muito a cultura do Antigo Egito? E não se sabe exatamente a antigüidade desses impressionantes achados de Bahariya, que certamente a antecedem em muito mais do que se possa pensar!

E também têm sido encontrados estranhos vestígios arqueológicos - tais como estas estátuas, da mesma forma totalmente divergente dos tradicionais padrões conhecidos. Note-se as três estranhas múmias à direita e olhe bem para a penúltima. Depois, precisamente na nossa seqüência, você saberá porquê.

E esta é a surpresa das surpresas! Magnificamente preservado, vemos uma espécie de relicário de uma criança branca, usando vestes totalmente fora dos padrões egípcios!!! Note-se o simbolismo do Sol Alado e das serpentes - tradicionalmente associados à presença dos extraterrestres e dos antigos iniciadores no nosso remoto passado!

Um comentário:

ADICIONE SEU COMENTÁRIO AQUI